Estudante adventista do CESt ganha  na Justiça direito de frequentar aulas aos sábados
Fiel adventista peita a religião para estudar aos sábados no CEST

Estudante adventista do CESt ganha na Justiça direito de frequentar aulas aos sábados

Matéria divulgada aqui no blog, dando conta que uma estudante adventista do curso de fisioterapia da Faculdade Santa Teresinha (Cest), em São Luís,  garantiu, na Justiça, o direito de realizar atividades acadêmicas referentes a discipinas ministradas aos sábados em dias alternativos, ensejou a seguinte NOTA DE ESCLARECIMENTO DO CEST,. A informação é da assessoria do Tribunal de Justiça do  Maranhão (TJ-MA).

Fiel adventista peita a religião para estudar aos sábados no CEST

A aluna é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que determina que seus seguidores que se abstenham de atividades estudantis ou profissionais no período entre o pôr do sol de sexta-feira e o de sábado.

Segundo o TJ-MA, de acordo com artigo 5º, incisos VI e VII, a Constituição Federal assegura aos cidadãos, como direito fundamental, a denominada “escusa de consciência”, que consiste na liberdade de crença religiosa ou convicção filosófica ou política. A decisão do órgão colegiado seguiu voto do relator, o desembargador Jaime Araújo. Com isso, a 4ª Câmara Cível determinou que a instituição de ensino permita a matrícula da aluna nas disciplinas do sábado, assim como a prestação de suas atividades acadêmicas em dia alternativo ao sábado.

Ainda, segundo o relator, a estudante não invocou sua religião para se eximir da obrigação legal imposta a todos. “[Ela] somente visou o direito de se matricular e cumprir as atividades, inclusive provas, em horário alternativo, em razão de sua crença recomendar dedicação exclusiva às atividades religiosas no dia/horário em questão”, diz a nota do TJ-MA. (Ascom/TJ)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 2 comentários

  1. Daniela Garcia

    Ola, sou de Santana do Livramento RS e estou enfrentando um “problema” com relaçao as aulas de sexta-feira a noite nao aguento mais isso, pois parece que as pessoas fazem de proposito nao entender, na minha opiniao fingem na entender. Gostaria de pedir oraçao por isso e que possamos ter realmente a liberdade de expressao sem sensura.

    1. José Machado

      No caso de São Luís do Maranhão, a estudante entrou na Justiça. Preocupada, a Faculdade Santa Terezinha (CEST) apressou-se em resolver antes que a solução judicial saisse. A decisão foi favorável à estudante. Depois disso, o CEST emitiu uma nota, fingindo-se de bonzinho…

Deixe uma resposta