Esposa de candidato cassado é a nova prefeita de Boa Vista do Gurupi
Prefeita Dilcilene: a vitória ficou em casa...

Esposa de candidato cassado é a nova prefeita de Boa Vista do Gurupi

A votação se encerrou às 17 horas de domingo (06), mas 41 minutos depois o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão já divulgava, oficialmente,  o resultado da nova eleição realizada em Boa Vista do Gururpi,  município situado no oeste do estado, na divisa com o Pará. Os eleitos foram Dilcilene Guimarães de Melo Oliveira (prefeita) e Basílio Bezerra dos Santos (vice-prefeito) pela coligação “Um Gurupi para Todos” com 52,38 % dos votos válidos (1.972).

Eles serão diplomados pelo juízo da 100ª zona eleitoral (Maracaçumé) no dia 23 de outubro. Antonio Batista de Oliveira e Washington José Fortaleza Martins, que concorriam pela coligação “Por Amor ao Gurupi” tiveram 47,62% dos votos (1.793).

Dilcilene faz parte da coligação “Gurupi para todos”, que conta, ainda, com PMDB, PTdoB, PSL e PR. Ela é esposa do prefeito eleito em outubro do ano passado, Valmy de Oliveira, que teve o registro de candidatura cassado.

Prefeita Dilcilene: a vitória ficou em casa…

Junta apuadora do TRE-MA: trabalhos céleres.

De um total de 4.686 eleitores aptos a votar, 3.825 compareceram (81,63%), sendo que 9 votos foram em branco e 51 nulos. “Durante todo o dia, eu e o desembargador Froz Sobrinho (corregedor) mantivemos contato com os juízes Paulo Teles e Neris Ferreira e ambos nos relataram que não houve   incidente algum”, comemorou o desembargador José Bernardo Silva Rodrigues, presidente do TRE-MA, exceto uma urna com defeito:

– “Substituímos apenas uma urna eletrônica que apresentou problemas no micro-terminal do mesário” , informou o secretário Gualter Lopes (Tecnologia da Informação).

Votação

Em Boa Vista do Gurupi funcionaram 17 urnas eletrônicas (devido a substituição de uma delas), instaladas em 16 seções eleitorais e distribuídas em 7 locais de votação. O processo transcorreu em clima de muita tranquilidade.

Nova eleição

A nova eleição na cidade ocorreu porque o Tribunal Superior Eleitoral, nos autos do Recurso Especial Eleitoral n.º 279-72.2012.6.10.0100, negou seguimento ao recurso interposto pelo candidato eleito ao cargo de prefeito do município nas eleições de 2012, acarretando o indeferimento do respectivo registro de candidatura dele.

A legislação eleitoral prevê que se a nulidade atingir mais da metade dos votos do município, as demais votações serão prejudicadas e o Tribunal Regional Eleitoral marcará dia para nova eleição.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta