Empregados e patrões põem o pé no freio:  greve de ônibus é suspensa à espera de um acordo
Por enquanto, nada de greve e ônibus circularão normalmente segunda-feira, 5

Empregados e patrões põem o pé no freio: greve de ônibus é suspensa à espera de um acordo

A Superintendência Regional de Trabalho e Emprego conseguiu colocar na mesa, nesta sexta-feira (02) o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Passageiros de São Luís e o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários, diante da iminência da decretação de greve geral no transporte coletivo da capital marcada para o dia 5, segunda-feira. Com isso, o movimento foi suspenso até que as partes entrem em acordo, através de negociação.

Os rodoviários estão reivindicando um aumento de 13 por cento em seus salários, enquanto os patrões só oferecem 2,5%. Assim, a superintendente regional do Trabalho, Lea Cristina, marcou nova reunião na tentativa de  que o conflito seja mediado.

Pesou na decisão dos empregados o fato de Justiça do Trabalho haver decidido que, em caso de greve, 60 por cento da frota de ônibus teria que circular, sob pena de multa pesada.

Nova reunião está marcada para as 14 horas de segunda-feira, 5, também na sede da Superintendência Regional do Trabalho.

Portanto, senhores ludovicenses, nada de greve dos coletivos na segunda-feira.

Agora, é aguardar o desdobramento das negociações entre empregados e patrões.

 

Por enquanto, nada de greve e ônibus circularão normalmente segunda-feira, 5

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta