Em confronto de gangs, 25 detentos morrem em presídio de Boa Vista – 7 decapitados e 6 queimados
Familiares dos presos que estavam dentro da unidade sairam durante a confusão (Foto: Valéria Oliveira / G1)

Em confronto de gangs, 25 detentos morrem em presídio de Boa Vista – 7 decapitados e 6 queimados

Segundo comandante do Bope, 7 foram decapitados e 6, queimados. Briga entre detentos ocorreu na tarde deste domingo (16) durante as visitas. (G1)

Vinte e cinco presos morreram durante confronto na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, neste domingo (16), em Boa Vista, segundo informou o comandante do Bope, capitão Falkner.

De acordo com Falkner, dos 25 detentos mortos, sete foram decapitados e seis foram queimados.

Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), 100 familiaresdde presos foram feitos reféns dentro da unmidade durante o confronto. Os presos chegaram a exigir a presença da juíza da Vara de Execuções Penais no complexo, informou po capitão.

Os foram liberados após equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) entrarem na unidade, no final da noite

Familiares dos presos que estavam dentro da unidade sairam durante a confusão (Foto: Valéria Oliveira / G1)

. De acordo o secretário de Justiça e Cidadania (Sejuc), Uziel Casro, a maioria dos reféns era formada por mulheres.

A confusão entre os detentos começou por volta das 15h (17h de Brasília) quando homens da ala 14 quebraram os cadeados e invadiram a ala 12.

A briga entre os presos ocorreu durante o horário de visitas na maior unidade prisional de Roraima.

Os detentos estavam armados com facas e pedaços de madeira, segundo relatou a mulher de um preso que estava dentro do presídio na hora que se iniciou a briga.

A estrada que dá acesso a penitenciária foi interditada pela polícia. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) estão na unidade para a realização da perícia e remoção dos corpos.

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta