Eliziane Gama elogia posicionamento de Marina Silva, filiando-se ao PSB
Eliziane Gama, sobre Marina: "Ela só quer contribuir com o Brasil"

Eliziane Gama elogia posicionamento de Marina Silva, filiando-se ao PSB

Eliziane Gama, sobre Marina: “Ela só quer contribuir com o Brasil”

A deputada Eliziane Gama, presidente do Diretório Estadual do PPS,  destacou, na manhã desta terça-feira (8), da tribuna da Assembleia Legislativa, a filiação de Marina Silva ao PSB.  Para a deputada, a ex-senadora tomou a decisão pensando no futuro do Brasil.

“Marina Silva dá demonstração de desprendimento pelo poder e toma decisão pensando no futuro do Brasil”, afirmou Eliziane Gama durante pronunciamento.

Neste fim de semana a parlamentar, acompanhada pelo suplente de deputado federal, prof. Carlos Wellington (PPS), se reuniu com Marina Silva em Brasília. A deputada esclareceu que a ida de Marina para o PSB trata de uma filiação transitória e reafirmação da proposta de nova política para mudar o Brasil.

“Numa ação imprevisível Marina faz demonstração de apoio a outra candidatura. Marina, que chegou a ter 26% do eleitorado nas pesquisas de opinião pública para presidência da República, simplesmente, em um ato de estadista, faz uma filiação transitória que ela chama de coligação programática da Rede de Sustentabilidade, que continua e será um partido no Brasil com o PSB. E essa coligação é uma coligação programática para construção de plano diferenciado para mudar o Brasil”, explicou.

 

Na tribuna, a deputada destacou a luta para o registro da Rede de Sustentabilidade e dos entraves ocorridos nos cartórios eleitorais. Segundo Eliziane Gama, a proposta para a criação da Rede surgiu a partir dos anseios das pessoas favoráveis ao movimento nova política.

 

“Em pouco tempo a Rede chegou a quase um milhão de assinaturas na demonstração da credibilidade de Marina e de que o Brasil quer de fato um Partido com o sentimento do movimento nova política. Houve rejeição por parte dos cartórios em um percentual incompatível com a prática normal, que geralmente é 20%. A Rede chegou a ter mais de 50% de rejeição das assinaturas em algumas cidades. Assinaturas de fundadores de partido, de vereadores de mandatos e de protagonistas na busca pelas assinaturas, ou seja, uma demonstração de rejeição abusiva nos cartórios de todo país”, esclareceu.

 

A deputada comentou ainda a votação no TSE e o voto do ministro Gilmar Mendes. “No seu voto, o ministro falou que não era questão de legislação, mas acima de tudo questão de abuso pelo alto índice de rejeição das assinaturas dos cartórios em todo país”, ressaltou.

 

Eliziane Gama enfatizou a admiração e apreço que tem por Marina Silva e destacou que em 2010 a ex-senadora conquistou cerca de 20 milhões de votos no processo eleitoral. Gama lembrou que em 2012 recebeu o apoio de Marina Silva na candidatura à Prefeitura de São Luís.

 

“O perfil de Marina Silva é um dos 50 perfis do mundo que são considerados de pessoas que podem de fato mudar o mundo, pelo comprometimento com as causas sociais, a sustentabilidade, e acima de tudo com o ser humano. A nossa proposta em 2012 foi uma das melhores, principalmente pela contribuição de Marina”, completou.

 

NOVAS FILIAÇÕES

 Eliziane Gama também falou sobre o processo de filiações ao PPS realizadas nos últimos dias, e ressaltou que o partido recebeu pessoas importantes da política maranhense que contribuirão com o projeto da legenda para 2014, como Igor Lago, ex-deputado Rubem Brito, prof. Carlos Wellington e outras importantes lideranças.

“O PPS continua trabalhando pelo Maranhão! O partido lançou a candidatura própria ao governo na perspectiva de construir plano diferente e que atenda aos anseios da população. O PPS continua a sua lida pelo Maranhão ouvido os movimentos sociais, Sociedade Civil, universidades e com a mesma aliança com Rede de Sustentabilidade e com a Marina. Recebemos filiações de pessoas ilustres da história do Maranhão para nos ajudar a construir esse Programa”, assegurou.

Eliziane Gama destacou que o PPS está otimista com o projeto de candidatura própria ao Governo do Maranhão. Ela reafirmou que o partido continua fortalecendo a proposta para 2014.

“Estamos neste projeto pensando em construir outro Maranhão, na perspectiva da alternância de poder e numa proposta em que o idoso, a criança, a mulher e os menos favorecidos possam ter o valor que merecem. Precisamos construir um Maranhão para todos os maranhenses!”, concluiu.  (ASCOM/AL)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.