Educação do Município dialoga com o Sindicato dos Professores de São Luís
Semed: Professor Geraldo Castro com os representantes dos professores

Educação do Município dialoga com o Sindicato dos Professores de São Luís

A Secretaria de Educação do Município de São Luís (Semed), reuniu-se nesta quarta-feira (15) com representantes do Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Municipal de São Luís (Sindeducação). O diálogo foi conduzido pelo secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, e contou com a participação da presidente Elisabeth Castelo Branco e uma comissão de docentes das escolas da rede municipal.

Na pauta da reunião estavam a concessão dos direitos estatutários que serão garantidos aos educadores e também o processo de manutenção dos prédios escolares, que atualmente é realizado em 33 unidades de ensino. “Pactuamos uma mesa permanente de diálogo e temos feito intervenções nas escolas e buscado concretamente soluções para educação de São Luís”, disse o secretário.

No mês de março de 2015, a Prefeitura de São Luís garantiu aos professores o percentual de reajuste de 13,01% aos mais de cinco mil profissionais do magistério municipal. Com a iniciativa, a Prefeitura repassou integralmente aos educadores o aumento divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) para a Lei do Piso Nacional dos Professores da Educação Básica, garantindo que o salário dos docentes se mantivesse acima do piso nacional.

Ainda como parte das ações de valorização dos profissionais da

Semed: Professor Geraldo Castro com os representantes dos professores

Educação, o benefício da aposentadoria foi garantido a 346 professores da rede municipal no mês de fevereiro. Uma articulação de diversas pastas da administração municipal – as secretarias municipais de Educação (Semed), Administração (Semad), Governo (Semgov), Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam) e da Procuradoria Geral do Município (PGM) – que promoveu a revisão e avaliação de todos os processos.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. veira

    Bom dia! Por falar em educação e saúde. Gostaria de colocar aqui uma reclamação e denuncia a respeito da coordenação e o departamento de enfermagem da Universidade Federal do Maranhão. Por causa da sua omissão, individualismo e falta de consideração com o corpo discente. Venho denunciar aqui, como a coordenação e o departamento do curso de enfermagem não esta nenhum pouco interessada em promover o bem estar dos alunos. Uma vez que, estávamos inseridos no programa de educação do governo federal, programa bolsa permanência, esta é uma ajuda sócio-econômico que nos mantinha estudando sem passar por dificuldades tais como: ajuda no almoço, transporte, xerox e congressos. Por falta de compromisso da coordenação perdemos o beneficio devido a irresponsabilidade da coordenação e dos professores que são individualistas por não terem repassado ao MEC as horas que exigiam como critério. Sendo que os mesmos já sabiam que corríamos risco de perde-la a uns três meses atrás. Todos os alunos estão indignados, não sabemos mais a quem recorrer, já que os professores não estão nem aí para as nossas condições. A critério de informação dentro da universidade os cursos que estão inseridos medicina e farmácia e nos outros campus a enfermagem também está como o de Pinheiro. Então e porque o nosso não está? Denuncie por nós estamos precisando de apoio pra cobrar desse curso que não entende o que é ser aluno hoje…
    Atenciosamente

Deixe uma resposta