Eduardo Campos adota discurso sindical e usa fator previdenciário para atacar Dilma
Eduardo Campos com sindicalistas, em Recife: críticas a DIlma Roussef

Eduardo Campos adota discurso sindical e usa fator previdenciário para atacar Dilma

Por Eduardo Campos (Direto do Facebook)

Estive reunido hoje, no Recife, com líderes sindicais de 13 confederações de trabalhadores do país e representantes de oito federações. Um dos temas que tratamos é de grande interesse da população: o fator previdenciário – fórmula criada em 1999 que tem reduzido, ano a ano, o valor da aposentadoria dos brasileiros.

Uma conta simples: o governo exonerou para as empresas cerca de R$ 140 bilhões em impostos nos últimos anos. Enquanto isso, o impacto do fator previdenciário para os cofres públicos foi de R$ 9 bilhões. Isso mostra as prioridades.

É fácil chegar à conclusão de que o governo precisa atender a demanda do setor empresarial, mas não pode esquecer de apresentar resposta para este grave problema dos trabalhadores.

Se o governo devolvesse esses 9 bilhões aos trabalhadores, esse dinheiro voltaria para a economia na forma de consumo. Deixando de penalizar a população.

É possível fazer diferente. Quando um Governo não ouve, seus olhos se fecham. E ele fica cego para os

Eduardo Campos com sindicalistas, em Recife: críticas a DIlma Roussef

problemas urgentes do país.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. regina

    Mudanças já..

    .

Deixe uma resposta