Edivaldo Júnior garante pagamento de três parcelas a cooperados e terceirizados

Edivaldo Júnior garante pagamento de três parcelas a cooperados e terceirizados

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior determinou o repasse do pagamento aos cooperados e terceirizados da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O valor liberado pela Prefeitura é superior ao previsto no acordo, totalizando R$ 568.204,00, que corresponde a mais de três parcelas a serem transferidas a cada trabalhador de uma só vez.

O depósito foi realizado em juízo na tarde desta quarta-feira (15) e os 771 trabalhadores que assinaram o acordo devem começar a receber o dinheiro ainda esta semana, após início da homologação dos processos.

A soma individual recebida pelos cooperados resulta em um salário mínimo novo, fixado em R$ 724, demonstrando o comprometimento da atual gestão com os trabalhadores.

Na manhã desta quinta-feira (16), o juiz da vara trabalhista Paulo Mont’Alverne dará início à homologação dos processos e definirá a liberação de alvará para o acesso ao pagamento. Com o alvará em mãos, os trabalhadores poderão ir diretamente ao Banco do Brasil, na Areinha, sacar o dinheiro, mediante apresentação do CPF.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior destaca que a concretização do pagamento resulta de u

Edivaldo Jr. manda cumprir acordo com os terceirizados e cooperados da Educação.

m planejamento elaborado e incessante, e de constantes diálogos, pelos quais tem primado desde o primeiro dia de gestão. “Por meio de um trabalho coletivo, pudemos honrar o acordo e asseguramos não só uma parcela, como estava previsto e acordado, mas três parcelas, respeitando assim o direito dos trabalhadores e garantindo que eles recebam pelos serviços já prestados”, diz.

Para o secretário de Educação, Geraldo Castro, o resultado é reflexo do comprometimento do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e da dedicação da equipe de trabalho da Semed. “O prefeito garantiu o pagamento de um valor superior ao que estava previsto no acordo. Isso prova o respeito aos trabalhadores que agora recebem o que lhes é devido. Essa ação é fruto do trabalho responsável que vem sendo realizado por essa gestão”, afirma.

Na tarde desta quarta-feira, Castro conversou com alguns cooperados e esclareceu a eles os procedimentos para o saque dos salários repostos. Durante o encontro, foi apresentado o comprovante de depósito em juízo. O secretário reiterou o valor do acordo e o atendimento do que foi pactuado em dezembro do ano passado, no ato de assinatura de acordos individuais.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 2 comentários

  1. Raimundo Machado

    A Cidade de São Luís, está tão jogada aos buracos e ao lixo, sito bairro da Cohab, Caratatiua e João Paulo e os restantes estão todos esburacados e o Povo não diz nada!!!! eta administração desse Prefeito que não faz nada pelos os bairros!!! NUNCA MAIS VOTAREI NESTE MENTIROSO, sua administração tem um lema PASSO A PASSO, mas, passo de micuím. Ele tem que pagar mesmos os funcionários contratados, isso não era nem para virar reportagem.

    1. José Machado

      Acho que virou reportagem porque essa conta quem pendurou foi o Castelo. A bomba explodiu no colo de Edivaldo…

Deixe uma resposta