E o furacão perdeu a força…
Roseana Sarney e Washington: agora, bem mais tranquilos com decisão do TSE.

E o furacão perdeu a força…

No  dia 30 de junho de 2013, depois de muito procrastinar, 0 Ministério Público Federal,  através de parecer do ex-procurador Geral da República, Roberto Gurgel , pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do mandato da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e de seu vice, Washington Luís Oliveira (PT) por abuso de poder político e econômico, nas eleições de 2010.

Dias depois, postamos aqui no blog – que funciona,  em caráter experimental,  desde o dia 1 de agosto de 2013 – a seguinte enquete:

– “O Ministério Público Federal pediu ao TSE que casse o mandato da governadora Roseana Sarney e de seu vice, Washington Oliveira, por abuso de poder político e econômico. Na sua opinião, o tribunal vai ou não vai cassar o mandato dos dois?

 

Roseana Sarney e Washington: agora, bem mais tranquilos com decisão do TSE.

Ao nos voltarmos para a enquete, verificamos que, ontem (11), dois meses depois de postada, pela primeira vez, o índice dos internautas que acham que Roseana e Washington não devem ser cassados pelo TSE ultrapassou o número dos que acreditam que sim: 53% a 47%. Mas isso tem uma explicação.

No dia 17 de setembro, em meio à repercussão da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que dava uma nova chance aos mensaleiros do PT condenados à cadeia pela própria corte de Justiça, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também patrocinou a sua lambança.  Por 4 votos a 3 o plenário determinou o envio para o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) a denúncia de compra de votos do deputado Assis Carvalho (PT-PI).

Com o resultado, a situação de 11 governadores de estados brasileiros  ficou indefinida, precisando ser analisada individualmente. Mas, como eles têm os mandatos questionados com o mesmo instrumento jurídico, isso abre precedente para que haja o envio dos pedidos de cassação de seus mandatos para os Tribunais Regionais Eleitorais – os chamados TRE’s.

Foi como pegar os processos de cassação dos 11 governadores – até agora, havia julgado somente um, absolvendo a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), das acusações de abuso de poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação social e gastos irregulares nas eleições de 2010 -, fazer um troçal, amarrar no rabo do veador e dar um tiro para o alto…

Agora, poucos apostam no julgamento em si, quanto mais na condenação de algum dos governadores processados. O cadáver do Dr. Jackson Lago deve estar tremendo no túmulo…

Os analistas políticos logo perceberam a manobra, arquitetada pelos dois maiores partidos do Brasil – PT e PMDB, com características de apoio do Planalto Central, com digitais do ex-presidente Lula e do senador José Sarney: o STF salvou os mensaleiros do PT (com votos tingidos pelo PMDB), e o TSE salvou os três  governadores do PMDB que estavam na guilhotina, entre  eles Roseana Sarney Murad.

A enquete fica no ar até o final de outubro. Mas, como dizem os climatologistas, o furacão perdeu força.

Como bem mostra a enquete do www.blogdomachado.com.br.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. jeane

    Tem que cassar é mesmo quase 20 anos no poder nunca destacou o Maranhão em nada de bom, o estado continua atrasado e miserável. Os indicies quando se fala do Maranhão em tudo de ruim ele esta em 1º lugar e em tudo de bom sempre está em último lugar. Por favor! que vergonha de ser maranhense.

Deixe uma resposta