Direto de Chapadinha para o blog: o ‘pulo do gato’ ou a lenda do coêlho x onça …

Direto de Chapadinha para o blog: o ‘pulo do gato’ ou a lenda do coêlho x onça …

Chapadinha, via Whatsap –  Na ida à cidade  do pré-candidato a governador e secretário de Infraestrutura de Roseana Sarney, Luís Fernando,  um influente político local protagonizou um fato que pode vir a combater a esperteza da prefeita Belezinha quando se trata de prometer apoio político a candidatos a deputado federal. A prefeita já foi beneficiada com recursos patrocinados por quatro pré-candidatos: Chiquinho Escórcio, Cleber Verde, Fernando Fialho e Gatão Vieira. A todos prometeu apoio político em 2014. As negociações são feitas anulando o ex-prefeito Isaias Fortes, que foi o principal responsável pela vitória da alcaidessa nas urnas

Ao perceber isso e notar que a a maioria  da  população não quer votar em candidatos de fora, preferindo candidatos da terra, na recepção a Luís Fernando, Isaias Fortes lançou a  dobradinha Isamara para deputada estadual e Talvane Hortegal para deputado federal. Com isso, a prefeita ficou com a pulga atrás da orelha. E já começa a se assustar com os apoios prometidos, quase consciente de  que não dará votações  importantes para nenhum dos seus candidatos. Ela pensa que ganhou a eleição sozinha e que sabe de tudo de política,  parecido com a fábula do”pulo do gato”, transcrita abaixo.

A LENDA

Quem é coelho? Quem é a onça?

Conta a lenda que numa chapada  distante, uma Onça pintada andava a fim de satisfazer seu apetite e comer uma carninha fresca de Coelho. Ela ficava horas e horas observando os coelhinhos saírem de suas tocas e andarem saltitando pela mata. A onça tentou várias vezes copiar o estilo do Coelho, imitava seu jeitinho, colocava suas patinhas alinhadas como as dele e tentava saltar como ele, na tentativa de usar a própria técnica dele para vencê-lo.
Como não conseguia avanços significativos,  dona onça se aproximou do Coelho e iniciou ali um bate papo informal de como quem não queria nada. Foi fazendo perguntas, se relacionando, e por fim elogiou sua forma de andar e de saltar; e emendou que essa admiração era sincera, fruto de uma profunda veneração e disse ao seu Coelho que desejava ansiosamente aprender com ele sobre seus saltos e pediu algumas lições, pois a natureza não tinha sido benevolente para com ela, por ter nascido onça, mas que na verdade seu desejo era ter nascido coelho.
Comovido com essa estória toda, seu Coelho concorda em dar algumas lições a dona onça em caráter experimental. Passam algumas horas de treino juntos e após muitos saltos, muitos tombos, muitos desengonçados trejeitos, e muitos risos, dona onça já se sentindo mais capacitada e já preparada para seu almoço, diz ao Coelho : – agora que você já me ensinou seus truques e suas técnicas, chegou a minha hora, vou comê-lo!
Mal terminara sua frase, deu um salto COELHAL maravilhoso sobre sua vítima e com suas garras afiadas, desceu poderosamente as patas em direção ao seu alvo, já sentindo o gostinho daquela carne fresquinha entre suas mandíbulas. Qual não foi sua surpresa quando abriu suas patas e percebeu que só havia apanhado poeira, pois o Coelho houvera dado um pulo para trás de forma espetacular. Então dona onça disse furiosa ao seu Coelho: Você me enganou, você não é um bom amigo, você não me ensinou esse truque. Foi quando seu Coelho lhe respondeu:

– Minha amiga, esse truque todo Coelho sabe: é o pulo do gato. É nossa forma de sobrevivência. E esse truque não podemos ensinar a ninguém.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta