Delegados da PF em Curitiba foram pegos de surpresa com a prisão de Luila

Delegados da PF em Curitiba foram pegos de surpresa com a prisão de Luila

Andreza Matais/Estadão

 

Delegados da Polícia Federal em Curitiba disseram que foram surpreendidos pela decisão da Justiça de já determinar hoje a prisão do ex-presidente Lula. Pela manhã, a informação que receberam era a de que a decisão só seria tomada na semana que vem, após a análise do embargo do embargo pelo TRF-4.

 A PF já se preparava para prender Lula desde a decisão do TRF-4 pela condenação dele a 12 anos e um mês em regime fechado, mas esperava que a decisão sairia na próxima semana.  Tanto que, como antecipou a Coluna, Lula será preso numa sala de estado maior na superintendência da PF em Curitiba. O local não conta com essa estrutura, mas uma sala será adaptada.

Pela manhã, um delegado que está envolvido no cumprimento da prisão disse à Coluna que a chance de Lula ser preso hoje era nula. Procurado, o delegado afirmou que “as coisas mudaram rapidamente”. Até o momento, 19h50, a defesa de Lula ainda não havia entrado em contato com o chefe da superintendência da PF no Paraná, delegado Maurício Valeixo. (Andreza Matais).

Estão batendo cabeça.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta