Delegacias em novo endereço: prédio da RFFSA será revitalizado para virar centro cultural

Delegacias em novo endereço: prédio da RFFSA será revitalizado para virar centro cultural

Antiga estação abrigará complexo turístico e cultural

A delegada-geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses, anunciou,  na manhã desta quarta-feira (12), a mudança de endereço do Plantão Central de Polícia Civil (RFFSA), na Beira-Mar, para um edifício localizado no Parque do Bom Menino. O local abrigará, também, o 1º Distrito Policial (DP), as delegacias de Costumes, de Meio Ambiente e Fazendária e, ainda, a Policia Interestadual (Polinter).

Segundo informações da delegada-geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses, um dos motivos para transferência do endereço, seria a falta de condições de funcionamento, devido a insalubridade no prédio, e disse ainda que O Plantão Central será transferido até o fim do mês. Já as outras delegacias que funcionavam na Beira-Mar passarão a funcionar no novo edifício em um período que varia entre dois a três meses.

A Estação João Pessoa foi inaugurada em 1929 e nos últimos anos abrigou vários órgãos ligados à Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), entre eles várias delegacias. Porém, o prédio vem sendo desocupado pelo Estado, e várias delegacias já foram transferidas. Hoje, apenas o plantão central, o Departamento de Narcóticos (Denarc) e a Delegacia do idoso funcionam nos prédios anexos.

Revitalização
Toda a estrutura vai ser revitalizada para voltar às suas características originais e transformada em um complexo cultural. A obra deve custar R$ 5,5 mi e segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o trabalho deve começar após o lançamento do PAC Ciades Históricas, previsto ainda para este ano. O objetivo é garantir a preservação do patrimônio cultural da cidade.

“Essa é uma obra que deve durar um ano ou um ano e meio e que a gente possa, ao final de 2015, devolver o prédio para a cidade, com a estação completamente restaurada”, explicou a superintendente do IPHAN-MA, Kátia Bogéa.

Pelo projeto inicial, a estrutura que hoje abriga o arquivo da RFFSA deve se demolido e a locomotiva transportada para um local que ofereça uma proteção melhor. O prédio principal passará a abrigar restaurante panorâmico, galerias de arte, cafés, lojas e terá iluminação artística.

(fontes: o imparcial, g1)

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta