Delação premiada faz estrago! Youssef confessa ter pago R$ 3 milhões a assessor direto de Roseana Sarney
Delação premiada: Doleiro Alberto Youssef volta a complicar Roseana Sarney e João Abreu...

Delação premiada faz estrago! Youssef confessa ter pago R$ 3 milhões a assessor direto de Roseana Sarney

Doleiro preso pela Operação Lava-Jato, Alberto Youssef informou à Polícia Federal que a propina foi paga em três lotes

Sequência mostra Alberto Youssef se hospedando em hotel de São Luis e levando mala de dinheiro para Marco Ziegert. O chefe da Casa Civil do governo do Maranhão deixa o local com a mesma bagagem.

Delação premiada: Doleiro Alberto Youssef volta a complicar Roseana Sarney e João Abreu…

Em depoimento prestado à Polícia Federal, em novembro do ano passado, o doleiro Alberto Youssef revelou que pagou pessoalmente, no dia em que foi preso, em nome da UTC, propina de R$ 1,4 milhão que seria destinada ao então chefe da Casa Civil do governo de Roseana Sarney, João Abreu. O acerto, de acordo com o delator, seria para o governo aceitar pagar precatório da UTC no valor de R$ 113 milhões em 24 parcelas.

No depoimento, Youssef revela que o suborno acordado foi de R$ 10 milhões. “Mediante um acordo com João Abreu, ficou combinado que receberia parte do comissionamento, ou seja, três milhões de reais. Adarico Negromonte e Rafael Ângulo e salvo engano uma terceira pessoa levaram duas parcelas de R$ 800 mil”.

Youssef conta que, no dia de sua prisão, levou R$ 1,4 milhão no quarto de Marco Ziegert, no Hotel Luzeiros, em São Luis, no Maranhão. O dinheiro foi levado numa mala preta e chegou até o Maranhão num avião fretado.

O doleiro informou que “no dia em questão, recebeu um tefonema em seu quarto e a pessoa disse que era engano, sendo que, ao retornar a ligação, soube que se taratava da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba”.

Marcos era o intermediário de João Abreu. Além da mala de dinheiro, Youssef também levou uma caixa de vinhos para ser entregue a Abreu.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 3 comentários

  1. Potó

    Isso aí é o que chamam de batom na cueca…

  2. Bruna

    Acho que a ex-governadora vai receber um convite das autoridades brasileiras para voltar imediatamente ao Brasil, para hospedar-se em local incerto e não sabido…

  3. calango aceso

    Meu Deus, é tanto escândalo com essa família da oligarquia, até João Abreu que era considerado foi se meter com essa gente e veja só no que deu, mas a polícia federal taí é pra isso mesmo…

Deixe uma resposta