Decisão da DRT determinando frota de 60% faz sindicato repensar se ônibus param 2a. feira (5) em São Luís

Decisão da DRT determinando frota de 60% faz sindicato repensar se ônibus param 2a. feira (5) em São Luís

 

O Sindicato Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema) já havia decidido, em assembleia no dia 29 de maio, que deflagraria greve dos ônibus, em São Luís, na próxima  segunda-feira (5). Porém, sua diretoria está reunida desde o começo da manhã (2) por conta da decisão do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT-MA) que determinou, ontem,  que 60% da frota terá que circulan  na segunda-feira.

O presidente do sindicato Isaías Castelo Branco informou  que ele e todos os membros da diretoria da entidade estão visitando  as garagens da região metropolitana de São Luís para conversar com motoristas e cobradores sobre se mantém  ou se  adia o movimento paredista.

–  “Aqui na garagem do Anjo da Guarda, os trabalhadores querem a greve com 100% dos ônibus parados, mas ainda estamos ouvindo os outros rodoviários, nas outras garagens”, informou no início da manhã, ao Jornal Pequeno, o presidente Castelo Branco.

Assim, o presidente do Sttrema, Isaías Castelo Branco, está reunido com os advogados do sindicato, e posteriormente deve manter audiência  com a desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, ouvidora do TRT da 16ª Região, e que concedeu a liminar determinando que 60% dos coletivos permaneçam circulando.

Os rodoviários reivindicam reposição salarial de 13% e mais um aumento do ticket-alimentação no valor de R$ 650, que, atualmente, é de R$ 490.

Até o fim do dia, o Sindicato dos rodoviários deve divugar nota sobre os rumos do movimento grevista

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta