Dançarina sai do Maranhão em busca de trabalho e acaba morta em Florianópolis-SC

Dançarina sai do Maranhão em busca de trabalho e acaba morta em Florianópolis-SC

 Jovem viajou com a intenção de conseguir dinheiro para comprar uma casa e terminar de pagar a faculdade – foi morta com dois tiros no meio da rua

A dançarina maranhense Braieny Alves Soares, de 20 anos, foi morta a tiros na última quinta-feira (4) no centro de Florianópolis. Em São Luís, a família se desespera por ainda não ter recebido um telefonem sequer da polícia catarinense, informando-a dos detalhes da morte da jovem e das providências já adotadas para identificar os autores ou autora do crime

Informações procedentes de fontes policiais catarinenses dizem que  a jovem teria sido abordada por duas mulheres,  próximo a uma casa noturna situada à Rua Major José Augusto de Farias, na área central de Florianópolis. Após manter uma conversa com as suspeitas, tiros foram disparados e logo em seguida as suspeitas fugiram em um automóvel, deixando Braieny Alves caída no chão.

Essa versão foi divulgada após a polícia ter a acesso a imagens de câmara de vigilância instaladas na área onde o assassinato aconteceu. A polícia já está de posse de mensagens postadas pela proprietária da boate onde Brieny estaria trabalhando.

Segundo familiares, a jovem viajou para Santa Catarina em busca de trabalho e da possibilidade de conseguir dinheiro para comprar uma casa para a família  e terminar de pagar a faculdade. Dona Miriam Alves, mãe da garota, transtornada, diz que não entende como alguém possa ter feito mal para a sua filha, “uma menina prendada, gentil e humana”.

Agora a expectativa é pela chegada do corpo da vítima em São Luís.

Braieny Alves Soares foi morta a tiros no centro de Florianópolis (Foto: Arquivo pessoal)

Braieny Alves Soares foi morta a tiros no centro de Florianópolis (Foto: Arquivo pessoal)
Braieny Alves Soares foi morta a tiros no centro de Florianópolis (Foto: Arquivo pessoal)


José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta