Com mais uma humilhação, Sarney e Lula desmoralizam o PT do Maranhão
PT nacional e humilhação: chibatadas e mais chibatadas no PT do Maranhão...

Com mais uma humilhação, Sarney e Lula desmoralizam o PT do Maranhão

EM MENOS DE 24 HORAS, DIRETÓRIO NACIONAL DO PT DESAUTORIZA O ESTADUAL, QUE JÁ INDICARA ZÉ HELLUY PARA SER PRÉ-CANDIDATO A VICE-GOVERNADOR NA CHAPA DE EDINHO LOBÃO (PMDB)

Mais uma vez, o diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) desrespeita a decisão do diretório estadual do Maranhão, possivelmente a pedido do ex-presidente Lula, para proteger interesses de aliados do grupo Sarney.

Ontem (26),  nem bem os petistas “aliados” do situacionismo local  terminavam as comemorações por ter indicado o ex-secretário de Trabalho de Roseana, o petista José Antônio Helluy, para ser pré-candidato a vice-governador na chapa de Lobão Filho (PMDB), e o diretório nacional do partido interviu na decisão, mandando o PT desistir da indicação e pleitear apenas uma vaga de suplente de senador, possivelmente na chapa  do deputado federal Gastão Vieira (PMDB).

Helluy foi pré-candidato a vice de Edinho Lobão por menos de 24 horas. Mal teve tempo de ler a notícia que amanheceu estampada nos jornais e blogs de ontem. À tarde, por conta da abrupta intervenção,  não era mais nada, embora alguns afoitos simpatizantes do grupo Sarney já o tenham  “convocado” para a suplência de Gastão.

A história de humilhações impostas pelo PMDB dos Sarney ao PT do Maranhão é comprida. Na eleição para o governo, em 2010, o diretório estadual decidiu apoiar Flávio Dino, mas o diretório nacional anulou a decisão, obrigando o diretório do PT – a apoiar o Roseana Sarney (PMDB). O PT indicou Washington Oliveira para vice.

Mas o mesmo petista Washington eleito vice-governador não serviu para assumir o governo, quando Roseana precisava se desincompatibilizar para concorrer ao Senado. Para que Oliveira deixasse o Palácio dos Leões e Roseana em paz, a governadora teve que bancar a nomeação dele para um cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. O cargo deveria contemplar um dos 42 deputados estaduais, mas a eleição do “estranho”  foi feita pela Assembleia Legislativa, onde o governo tem maioria em plenário. A pedido dos deputados Domingos Dutra (Solidariedade) e Bira do Pindaré (PCdoB), a nomeação foi cancelada pela Justiça,  mas mantida por força de liminar.

Mesmo assim, a governadora não pôde deixar o cargo para concorrer à única cadeira do Senado em disputa. Foi convencida a ficar no Palácio dos Leões por dois fortes motivos: pelos altos índices de rejeição ao seu nome – mais de 50% de intenção negativa de votos, segundo as pesquisas – e porque também não queria que o deputado Arnaldo Melo (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa, e sucessor natural em caso de vacância, assumisse o governo.

Naquele momento, o preferido para a  governança biônica era o então pré-candidato a governador apoiado pelo grupo Sarney,  Luís Fernando Silva, que terminou renunciando à pretensão, por razões que ainda não ficaram bem esclarecidas.

No final de abril, a direção nacional do PT determinou a retirada do ar de inserção de televisão, aqui no Maranhão, na qual eram feitos ataques ao governo Roseana.

— “O Maranhão continua ostentando os piores indicadores sociais do país. Somos os piores na saúde e na educação. Vivemos num estado de profunda insegurança, medo e violência. Com o PT, haveremos de inaugurar um tempo de mudança, renovação e esperança no Maranhão” — dizia o programa.

Raimundo Monteiro, presidente estadual do PT não só mandou retirar a peça do ar como divulgou uma nota,  afirmando que foi surpreendido pelo conteúdo crítico à administração Roseana:

-“Não fosse pela contradição de o PT criticar o governo do qual faz parte, também não faz sentido investir contra uma liderança que tem apoiado desde o início o nosso projeto nacional”, disse, bajulando a governadora.

E assim, de humilhação em humilhação, Lula e Saarney vão desmoralizando o PT do Maranhão…

PT nacional e humilhação: chibatadas e mais chibatadas no PT do Maranhão…

Para salvar Sarney, Lula desconfigura o velho PT de guerra no Maranhão e no Amapá…

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 5 comentários

  1. Luma Maranhão

    É por isso que o PT no maranhão ñ tem credibilidade….pura vergonha.

  2. Honorato

    O problema é que o PT do Maranhão tá cheio de fisiologistas que só pensam naquilo, no faz-me-rir… Aí dá tudo certo: o grupo Sarney quer comprar, eles querem se vender….

  3. bruna

    Zé Antonio, rapaz tu não sabe da bronca que o Sarney e o Lula te tiraram, ao sair das barbas do truculento…

  4. Antonio Machado

    A política, considerada a arte de administrar, passa a outra ideologia. qual seria ?

  5. EUCLIDES MOREIRA NETO

    HUMMM…………….. CADA VEZ MAIS ME CONVENÇO QUE O VICE DE DE LOBÃO FILHO SAIRÁ DO PDT. VAMOS AGUARDAR……..

Deixe uma resposta