Cobra sucuri mata morador de Formosa, ao aprisioná-lo na beira de um riacho
A vítima da sucuri, já dominada e morta pela cobra.

Cobra sucuri mata morador de Formosa, ao aprisioná-lo na beira de um riacho

Muita gente ainda duvida de que uma cobra sucuri seja capaz de pegar, enroscar-se, matar, quebrar  os ossos e engolir uma pessoa. Mas se havia alguma dúvida, os moradores da cidade de Formosa-GO deixaram de tê-la, depois que um dos habitantes encontrou um homem sendo atacado por uma cobra sucuri, na beira de um riacho.

O morador, alarmado, correu para buscar ajuda, mas quando os seus vizinhos chegaram, já era tarde. A cobra estava enrolada na vítima, identificada como Emanuel da Cunha Lopes, 30 anos, e prestes a  a engolir o homem. Foi então que  partiram pra cima e mataram a sucuri.

Para a tristeza de todos, Manoel já estava morto, estrangulado e com a maioria dos ossos do corpo quebrados.

A ocorrência foi comunicada às autoridades policiais de Formosa de Goiás que recolheram o corpo para as providencias periciais de praxe e, depois, liberaram-no para o sepultamento.

Fonte: O PANTANEIRO

A vítima da sucuri, já dominada e morta pela cobra.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta