Citação de “Beira-Mar” sobre  “um desembargador” maranhense causa reboliço
Através de Gervásio Protásio, AMMA repudia "Beira-Mar"

Citação de “Beira-Mar” sobre “um desembargador” maranhense causa reboliço

Através de Gervásio Protásio, AMMA repudia “Beira-Mar”

 Antes da divulgação da nota da AMMA, também hoje pela manhã, acompanhado do juiz Carlos Roberto Oliveira de Paula, da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, o desembargador Froz Sobrinho, coordenador da Unidade de Monitoramento Carcerário do TJMA, negou a existência de qualquer pedido judicial ou administrativo para transferência do preso para o Maranhão. Ele afirmou que nenhum desembargador possui competência legal para decidir acerca desse tipo de pedido, que são de exclusiva responsabilidade da 1ª Vara de Execuções Penais da capital. 

A REPORTAGEM DO BUCHICHO

O “Fantástico” da Rede Globo de ontem, domingo, mostrou reportagem em que apresentou gravação sobre o possível  envolvimento de um desembargador maranhense com os dois maiores traficantes do Brasil.

Em um diálogo entre Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar e Márcio Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, os traficantes, que estão presos, conversam sobre as suas intenções em conseguir transferência para um presídio estadual, que seria no Maranhão.

O motivo: Fernandinho Beira-Mar afirmou conhecer um desembargador do Maranhão que poderia possibilitar a vinda de Marcinho VP para o estado.

Separado por um vidro e por telefone, Marcinho diz que está tentando transferência para um presídio estadual. E Beira-Mar reforça, se referindo a outros presos.

Beira-Mar: O que eu penso, você saindo daqui para um estadual, já é uma vitória, de lá você consegui ir para outro lugar igual o baby… O baby não, o Dinho está tentando ir para o Maranhão.

Marcinho VP: Eu também estou com um “corre” no Maranhão também, minha advogada está fazendo…

Fernandinho oferece ajuda.

Beira Mar: No Maranhão eu tenho um fortíssimo lá, um desembargador que era amigo do Tular. 

Marcinho VP: Sei, mas aí tem outras pessoas também que estão vendo a vaga pra mim lá…

O enfoque principal da reportagem seria explicar os ataques sofridos pelo grupo Afro Reggae, e o envolvimento do pastor Marcos Pereira – preso por estupro das fiés de sua igreja no Rio de Janeiro. 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta