Lula ataca presidente do TRF-4 e diz que Sérgio Moro deve ser exonerado

No Rio, ex-presidente participa de encontro com artistas e intelectuais Com artistas, intelectuais e militantes de esquerda, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta terça-feira de um encontro no teatro Oi Casa Grande, no Leblon, e atacou o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Carlos Eduardo Thompson Flores. Na semana que vem, a corte vai julgar o recurso da defesa de Lula contra a condenação no caso do tríplex do Guarujá. — Não vou falar mal dos juízes de Porto Alegre porque não os conheço. Acho estranho o presidente do tribunal não ter lido a sentença e ter falado que era irretocável. Estranhei um cara (desembargador) ler não sei quantas mil páginas em poucos dias, mas, como tem leitura dinâmica, pode ser. O que me chamou atenção foi que esse cidadão vai a Brasília pedir proteção da Suprema Corte, no Temer, no Etchegoyen, sem dizer quem está ameaçando. Esse cidadão é bisneto do general Thompson Flores, que invadiu Canudos e matou Antônio Conselheiro. É da mesma linhagem. Quem sabe esteja me vendo como cidadão de Canudos — provocou. Lula sugeriu ainda que o juiz Sergio Moro, que o condenou, deveria ser exonerado, pelo “bem do serviço público”.

Continuar lendo Lula ataca presidente do TRF-4 e diz que Sérgio Moro deve ser exonerado

Assassino de Décio Sá teria matado Alan Kardec, líder do “bonde”, neste domingo, numa briga em Pedrinhas

Corre nas redes sociais a informação de que Alan Kardec Dias Mota, preso na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 4 (UPSL 4), teria morrido, por volta do meio-dia, depois de se envolver, na manhã deste domingo (7), numa briga com o paraense Johnathan de Sousa Silva, assassino do jornalistá Décio Sá, quando os dois participavam do "banho de sol", direito concedido aos detentos. Alan Kardec teria sido vitima de uma barra de ferro no peito, sendo levado gravemenete ferido para o Hospital Socorrão 2 Mas a informação ainda não foi confirmada pelas autoridades policiais nem pela Secretaria de Administração Penitenciária. Alan Kardec seria uma das lideranças principais da facção "Bonde dos 40", como um dos seu fundadores no Maranhão. Essa foto foi divulgada pelas redes sociais

Continuar lendo Assassino de Décio Sá teria matado Alan Kardec, líder do “bonde”, neste domingo, numa briga em Pedrinhas

Dançarina sai do Maranhão em busca de trabalho e acaba morta em Florianópolis-SC

Jovem viajou com a intenção de trabalhar e conseguir dinheiro para comprar uma casa e pagar e terminar de pagar a faculdade A dançarina maranhense Braieny Alves Soares, de 20 anos, foi morta a tiros na última quinta-feira (4) no centro de Florianópolis. Em São Luís, a família se desespera por ainda não ter recebido um telefonem sequer da polícia catarinense, informando-os dos detalhes da morte da jovem e das providências já adotadas para identificar os autores ou autora do crime Informações procedentes de fontes policiais catarinenses dizem que a jovem teria sido abordada por duas mulheres, próximo a uma casa noturna situada à Rua Major José Augusto de Farias, na área central de Florianópolis. Após manter uma conversa com as suspeitas, tiros foram disparados e logo em seguida as suspeitas fugiram em um automóvel, deixando Braieny Alves caída no chão. Essa versão foi divulgada após a polícia ter a acesso a imagens de câmara de vigilância instaladas na área onde o assassinato aconteceu. A polícia já está de posse de mensagens postadas pela proprietária da boate onde Brieny estaria trabalhando. Segundo familiares, a jovem viajou para Santa Catarina em busca de trabalho e da possibilidade de conseguir dinheiro para comprar uma casa para a família e terminar de pagar a faculdade.

Continuar lendo Dançarina sai do Maranhão em busca de trabalho e acaba morta em Florianópolis-SC

“A realidade do Rio, de três facções criminosas em disputa, se revela no país inteiro”

Faz um ano e dois meses que Roberto Sá (Barra do Piraí, 1964) assumiu a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro. As Olimpíadas acabavam de terminar, o Estado já tinha decretado calamidade financeira, e os índices de letalidade violenta prenunciavam níveis de dez anos atrás. “Eu gosto de desafios, mas não esperava que fosse dessa monta”, afirma. O cenário, desde então, não melhorou, a violência continua aumentando, e o horizonte não é nada esperançoso. O orçamento da pasta em 2018 vai diminuir quase 5% e um corte de 500 milhões, quase 10% do total, vai fazer tremer a Polícia Militar, que já tem mais da metade das viaturas paradas por falta de manutenção. O ajuste vai deixar as convalidas Unidades de Polícia Pacificadora com apenas 10.000 reais para despesas, o equivalente a cerca de 50 pneus, contra os 5,4 milhões deste ano. Sá, no entanto, diz que recuou do seu plano, anunciado em agosto, de enxugar o programa e deslocar 3.000 homens das UPPs para patrulharem o asfalto. Os constantes conflitos na Rocinha lhe fizeram repensar a estratégia. Em encontro com um grupo de correspondentes estrangeiros no dia 13 de dezembro, o secretário voltou a cobrar um rigor maior da progressão de pena e das leis para punir criminosos e abriu a porta a delações premiadas de narcotraficantes. O secretário, que já protagonizou embates com o Governo federal elogiou, desta vez, a presença das Forças Armadas no Estado que vêm apoiando operações contra o tráfico com resultados modestos. Na avaliação de aliados de Michel Temer e do governador Luiz Fernado Pezão, do PMDB, a participação dos militares no Estado coroou o "sequestro" do Governo do Rio pela gestão federal, mas para Sá trata-se de o Governo federal ter entendido que tem sua responsabilidade num contexto de violência urbana. O Rio, lamentou o secretário, vive “um momento dramático”. Preocupado, segundo ele, com a letalidade das ações policiais, afirmou não saber o que aconteceu na madrugada do dia 11 de novembro quando uma operação da Polícia Civil com apoio do Exército deixou sete mortos –um oitavo morreu um mês depois. Pergunta. O senhor anunciou que pode recuar do pedido de transferência de Rogério 157, pivô do conflito na Rocinha, a um presídio federal se ele fizer delação. Se isso acontecer, poderia abrir a porta a novas delações premiadas e, em consequência, uma nova maneira de combater o tráfico de drogas? Poderia se esperar um impacto comparável ao que as delações estão tendo na Lava Jato? Leia a entrevista inteira. Acesse LEIA MAIS

Continuar lendo “A realidade do Rio, de três facções criminosas em disputa, se revela no país inteiro”

Suspeita de feminicídio: técnica de enfermagem é encontrada morta a facadas na sua própria casa

Mais um caso de feminicídio foi registrado em São Luís, na manhã desta quinta-feira, 16. Domingas Leidiely, de 36 anos,  foi encontrada morta dentro de sua própria casa, localizada na Travessa Padre Madureira, no Bairro do Bom Jesus. A vítima foi assassinada  a golpes de faca. Até o momento, o principal suspeito do crime é o seu ex-companheiro, conhecido como Batista. Eles teriam terminado o relacionamento há três meses. Eles estavam juntos há 16 anos e tinham dois filhos. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para realizar a remoção do corpo. A polícia inicia as investigações e buscas pelo suspeito.

Continuar lendo Suspeita de feminicídio: técnica de enfermagem é encontrada morta a facadas na sua própria casa

Messi recebeu dinheiro para jogar amistoso pela Argentina, diz delator

Alejandro Burzaco, ex-executivo da Torneos y Competencias, disse nesta quinta-feira (16), durante seu interrogatório no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, que Lionel Messi recebeu US$ 200 mil (cerca de R$ 662 mil) para jogar pela Argentina em partida amistoso - normalmente os jogadores não recebem para defender as seleções de seus países. Segundo o Globoesporte.com, Burzaco foi questionado por John Pappalardo, advogado do réu Juan Angel Napout, sobre quem é Leo Messi. O interrogado então riu e respondeu: “É o melhor do mundo”. Na sequência, Pappalardo perguntou se a Torneos y Competencias pagou algum valor ao craque. Burzaco disse que sim e emendou: “Para Messi e outros”, sem dizer quem seriam os “outros”.

Continuar lendo Messi recebeu dinheiro para jogar amistoso pela Argentina, diz delator

Caso Fifa: Globo pagou propina por direitos de TV, diz testemunha

Alejandro Burazco está preso desde 2015; Ele afirmou que a Rede Globo pagou propina para vencer a concorrência dos direitos de transmissão de competições internacionais.  A testemunha do caso Fifa Alejandro Burzaco, que trabalhava para a Torneos y Competencias SA, da Argentina, afirmou que a Rede Globo pagou propina para vencer a concorrência dos direitos de transmissão de competições internacionais. A emissora teria participado do pagamento junto com outras cinco TVs. Segundo a Folha de S. Paulo (via Bloomberg), Burzaco foi interrogado nos Estados Unidos durante esta terça. Ele é uma das testemunhas de acusação de José Maria Marín, ex-presidente da CBF, preso em Nova York.

Continuar lendo Caso Fifa: Globo pagou propina por direitos de TV, diz testemunha
Do jeitinho da novela da Globo agiu o covarde que, em S. Luís, quase matou ex-mulher a porradas
Gael ( Sergio Guizé ) e Clara ( Bianca Bin ) na Pedra Furada

Do jeitinho da novela da Globo agiu o covarde que, em S. Luís, quase matou ex-mulher a porradas

A novela das 9 da Rede Globo está mostrando um relacionamento conturbado em que o personagem Gael é doente só para bater na mulher, Clara. Não importa se ela está, indisposta, grávida, alegre ou triste. O negócio dele é bater na esposa. E anda se diz arrependido sempre após o malfeito. Nessa  da vida imitar a arte, Lúcio André Silva Soares -  filho de Zé Genésio, ex-prefeito de Pinheiro, também irmão do atual prefeito do município, Luciano Genésio - agiu muito parecido com o personagem da novela global, até mesmo com a história de tomar o celular da vítima, como ocorre no folhetim Mas como o histórico das agressões do maranhense começou bem antes da novela, é até provável que o autor tenha sabido da sua doença e se inspirado nele para compor o personagem televisivo. Na novela também tem um delegado sem vergonha que faz vistas grossas para os crimes dos poderosos do lugar onde ocorre o enredo fictício. Já aqui no Maranhão, de verdade, tem autoridades policiais e judiciais que agem muito parecido para proteger covardes que batem em mulher, bem como traficantes e assaltantes de banco... Pois não é que, depois de espancar e quase matar a ex-companheira – sendo contido e preso por amigos da vítima e por policiais chamados ao local, Lúcio André pagou uma fiança e saiu da delegacia como se nada houvesse acontecido...    Segundo registro policial,  na noite de sábado, (11),  André espancou o quanto pode a ex-companheira, advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, com quem teria um filho de 1 ano de idade. De acordo com a família de Ludmila, Lúcio André já havia agredido a ex-mulher grávida de cinco meses, no ano passado.

Continuar lendo Do jeitinho da novela da Globo agiu o covarde que, em S. Luís, quase matou ex-mulher a porradas

Hamilton desabafa sobre assalto: ‘Acontece todo ano aqui’

Campeão mundial de F1 revelou que bandidos apontaram amas contra seus colegas e cobrou melhorias na segurança do GP do Brasil. O tetracampeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton deu detalhes sobre o assalto à van de sua equipe, a Mercedes, ocorrido na noite de sexta-feira, na saída do Autódromo de Interlagos, em São Paulo. O piloto britânico disse que o problema é recorrente no Brasil e que a segurança precisa ser reforçada. “Alguns membros do meu time tiveram armas apontadas ontem à noite saindo do circuito aqui no Brasil. Tiros foram disparados armas colocadas em suas cabeças. Isso é muito triste. Por favor, mandem orações para meus parceiros que estão aqui sendo profissionais, mesmo abalados. Isso acontece todo ano. A F1 e as equipes precisam fazer mais, não há mais desculpas”, escreveu Hamilton em seu perfil no Twitter.

Continuar lendo Hamilton desabafa sobre assalto: ‘Acontece todo ano aqui’

O monstro que matou Alanna já foi preso e está na gaiola!

Robert Serejo tentava fugir em uma Van de passageiros, mas foi preso antes de sair de São Luís, depois de ser reconhecido pelo motorista do veículo, que avisou a polícia. Robert Serejo Oliveira, acusado de matar, no bairro do Maiobão (Paço do Lumiar), há três dias, por asfixia e espancamento - falta confirmar se houve violência sexual -, Alanna Ludmila, de 10 anos, no Miobão, foi preso no início da tarde, quando tentava sair de São Luís numa Van de passageiros que se dirigia para o interior do Estado. Robert Serejo teria sido reconhecido pelo motorista da Van, que sinalizou para uma viatura da PM, que parou o veículo e o prendeu. Assim como a localização do corpo da menina, no quintal da sua própria casa, foi feita por populares, também a prisão do suspeito deveu-se a um cidadão, que praticamente o entregou à polícia. Pelas informações, os policiais militares tiveram muito trabalho para que Robert não fosse linchado, até adentrar ao posto policial da Estiva. Aos gritos de "assassino!, assassino!" , populares queriam, a todo custo, fazer justiça com as próprias mãos. O preso já se encontra nas dependências do quartel da PM, no Calhau.

Continuar lendo O monstro que matou Alanna já foi preso e está na gaiola!