Messi recebeu dinheiro para jogar amistoso pela Argentina, diz delator

Alejandro Burzaco, ex-executivo da Torneos y Competencias, disse nesta quinta-feira (16), durante seu interrogatório no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, que Lionel Messi recebeu US$ 200 mil (cerca de R$ 662 mil) para jogar pela Argentina em partida amistoso - normalmente os jogadores não recebem para defender as seleções de seus países. Segundo o Globoesporte.com, Burzaco foi questionado por John Pappalardo, advogado do réu Juan Angel Napout, sobre quem é Leo Messi. O interrogado então riu e respondeu: “É o melhor do mundo”. Na sequência, Pappalardo perguntou se a Torneos y Competencias pagou algum valor ao craque. Burzaco disse que sim e emendou: “Para Messi e outros”, sem dizer quem seriam os “outros”.

Continuar lendo Messi recebeu dinheiro para jogar amistoso pela Argentina, diz delator

Flávio Dino entrega ginásio Rubem Goulart e marca o renascimento da ginástica no Maranhão

“É o renascimento da ginástica no Maranhão”. Desta forma, a presidente da Confederação Maranhense de Ginástica, Liane Bezerra, definiu a entrega da reforma do Ginásio Rubem Goulart, realizada pelo governador Flávio Dino nesta sexta-feira (26). Localizado no Bairro de Fátima, o local estava há mais de 11 anos com as atividades paradas devido à precariedade da estrutura, e, agora, foi revitalizado e está pronto para o treinamento de novos campeões. Fundado em 1977, o ginásio da ginástica artística maranhense recebeu o nome em homenagem ao desportista e professor Rubem Teixeira Goulart. Desde então, a estrutura não passou por nenhuma reforma e foi se deteriorando com o tempo, quando, há 11 anos, teve que fechar as portas. Com a mudança, o local está apto para receber dignamente as crianças, com idade a partir de 5 anos, que treinam ginástica no Maranhão. O governador Flávio Dino destacou a importância de revitalizar um equipamento esportivo de enorme tradição após mais de 10 anos de abandono. “Ficamos felizes de entregar esse equipamento porque é um estímulo para formação de novos atletas no esporte educacional, e, ao mesmo tempo, um estímulo aos atletas de hoje e de ontem”, ressaltou. O telhado do ginásio, que já tinha desabado por duas vezes ao longo dos anos, passou por revisão completa e blocos de ventilação foram reconstruídos. A calçada e as rampas foram restauradas para possibilitar o acesso de pessoas com deficiência. O piso de madeira foi substituído por uma malha de concreto a pedido da Federação Maranhense de Ginástica (Femag). As salas de apoio e os dois banheiros também passaram por revisão, inclusive hidráulica, com instalação de 16 chuveiros. A parte elétrica também recebeu revisão completa.

Continuar lendo Flávio Dino entrega ginásio Rubem Goulart e marca o renascimento da ginástica no Maranhão

Neymar pai diz que questões judiciais atrapalham renovação com Barcelona

Neymar Da Silva Santos garante que objetivo do filho é seguir no Barça, nega oferta do Real, mas reconhece diante do juiz que craque tem proposta milionária em mãos (G1) Neymar e o Barcelona querem prolongar o contrato atual que termina em 2018, mas, antes, o pai do atleta quer que as questões judiciais fiquem resolvidas. A vontade do clube catalão é de renovar o vínculo o mais rápido possível, só que os processos e acusações judiciais que envolvem o jogador e a família atrapalham as negociações. A informação é do próprio Neymar Da Silva Santos, que conversou com o GloboEsporte.com ao deixar a Audiência Nacional, em Madri, onde ele e o filho foram interrogados pelo juiz José de la Mata na condição de investigados por corrupção entre particulares, fraude e simulação de contratos. - O que falta para renovar? É preciso resolver questões como essa daqui - afirmou, sem hesitar, o pai, empresário e gestor da imagem do capitão da seleção brasileira, fazendo referência às questões legais que envolvem o nome da família.

Continuar lendo Neymar pai diz que questões judiciais atrapalham renovação com Barcelona

Pato acerta com Liverpool por valor astronômico, diz imprensa europeia

Atacante teria recebido oferta que faria o Corinthians lucrar com sua venda para o futebol inglês Cresce na Europa uma informação surpreendente sobre o destino de Alexandre Pato, do Corinthians: um jornalista italiano, Alfredo Pedullà, e a imprensa britânica têm divulgado que ele vai ser contratado pelo Liverpool por 15 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões). Pato voltou para o Corinthians em 2016 e inclusive se reapresentou no clube neste sábado. Porém, a sua permanência tem sido questionada, já que ele está apenas esperando uma oferta da Europa para se transferir. O Corinthians faz jogo duro para vendê-lo porque quer receber de volta grande parte do dinheiro que investiu. Se for confirmada essa proposta do Liverpool, o clube irá até lucrar, já que também pagou 15 milhões de euros, mas na época isso valia R$ 40 milhões. Além dessa suposta oferta do Liverpool, Pato só recebeu uma proposta da China. Foi noticiado que ele não queria ir para o país asiático e já teria recusado as altas cifras asiáticas. Mas de acordo com Luis Fabiano, recém-contratado pelo Tianjin Quanjian, da China, o atacante já se interessou pela possibilidade no passado. "Conversei com o Pato, mas antes de acabar a temporada. Estávamos no São Paulo. Existia a possibilidade dos dois irem (para a China).

Continuar lendo Pato acerta com Liverpool por valor astronômico, diz imprensa europeia

Mega-Sena acumula e na terça pode pagar R$ 55 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas (06 - 11 - 16 - 23 - 36 - 42) da Mega-Sena sorteadas no concurso 1.758. Com isso, o prêmio do próximo sorteio, que acontecerá na terça feira, deve ser de cerca de R$ 55 milhões. A Quina teve 230 ganhadores, que ganharam R$ 21.071,57.

Continuar lendo Mega-Sena acumula e na terça pode pagar R$ 55 milhões

Tá no site do Sampaio: presidente Sergio Frota esclarece acordo envolvendo o terreno do CT

Desde a ocupação irregular em sua sede, há cerca de um mês, o terreno do Sampaio vem sendo alvo de insinuações, dos mais diversos segmentos. Fatos que geraram controvérsias e até dúvidas quanto à idoneidade da administração Tricolor. “Estão tratando o caso como um fato nebuloso. Fizemos um contrato, sim, com a empresa Hispamix e foi justamente esse acordo financeiro que viabilizou a campanha exitosa do time em 2012. Do montante envolvido na negociação, recebemos R$ 2 milhões em dinheiro, que investimos no departamento de futebol do clube – não à toa, conquistamos a Série D invictos. Ficamos com 5 hectares do terreno (que só ainda não estão em nome do clube, porque só este ano obtivemos a negociação de todas as nossas dívidas), pelo valor de R$ 1 milhão e 750 mil, e a Hispamix ainda nos deve R$ 3 milhões, que serão utilizados para fazer uma grande reestruturação no nosso Centro de Treinamento, com alojamentos, campos de futebol, quadra poliesportiva, área de vivência para integrar o sócio, além de restaurantes e outros benefícios. O único impasse que existe entre o Sampaio Corrêa e a empresa, o que justifica o atraso no início das obras, é uma discordância em relação ao projeto. Pois na parte do terreno que cabe à Hispamix, será construído um condomínio que também beneficiará o clube com sua estrutura. E nós não concordamos com os projetos até então apresentados. Razão pela qual, inclusive, não achamos conveniente fazer uma divulgação desse acordo, sem ter uma concepção concreta em mãos”. Um exemplo a ser ressaltado foi a notícia em destaque na capa do jornal O Imparcial, que divulga como se fosse um fato revelador, a venda do terreno do Sampaio para a empresa Hispamix Brasil Investimentos LTDA. Uma situação que ocorreu dentro das legalidades e que, em nenhuma circunstância, traria prejuízos ao clube. “Estão tratando o caso como um fato nebuloso. Fizemos um contrato, sim, com a empresa Hispamix e foi justamente esse acordo financeiro que viabilizou a campanha exitosa do time em 2012. Do montante envolvido na negociação, recebemos R$ 2 milhões em dinheiro, que investimos no departamento de futebol do clube – não à toa, conquistamos a Série D invictos. Ficamos com 5 hectares do terreno (que só ainda não estão em nome do clube, porque só este ano obtivemos a negociação de todas as nossas dívidas), pelo valor de R$ 1 milhão e 750 mil, e a Hispamix ainda nos deve R$ 3 milhões, que serão utilizados para fazer uma grande reestruturação no nosso Centro de Treinamento, com alojamentos, campos de futebol, quadra poliesportiva, área de vivência para integrar o sócio, além de restaurantes e outros benefícios. O único impasse que existe entre o Sampaio Corrêa e a empresa, o que justifica o atraso no início das obras, é uma discordância em relação ao projeto. Pois na parte do terreno que cabe à Hispamix, será construído um condomínio que também beneficiará o clube com sua estrutura. E nós não concordamos com os projetos até então apresentados. Razão pela qual, inclusive, não achamos conveniente fazer uma divulgação desse acordo, sem ter uma concepção concreta em mãos”. Frota vai além e revela que seus atos têm o objetivo de resguardar o patrimônio do clube: “Essa área nunca esteve no nome do Sampaio e já foi invadida várias vezes. Caso estivesse, já teria sido penhorada, há muito tempo, devido a diversas dívidas acumuladas em gestões anteriores. Somente em março desse ano, depois de 94 meses à frente do clube, e um grande trabalho de engenharia financeira, conseguimos obter a nossa regularidade fiscal (INSS, FGTS, Dívida Ativa, Justiça do Trabalho) em uma dívida que ultrapassava R$ 10 milhões. Esse tipo de coisa, o pessoal não comenta muito, não dá grande importância, mas só essa regularização já nos custou mais 2 milhões de reais, em dividas que foram herdadas pela nossa administração”, afirmou o presidente. Com o time atravessando grande fase no Campeonato Brasileiro, Sergio Frota teme que problemas extracampo prejudiquem a campanha da Bolívia na Série B: “Estamos apostando em um sonho, que não é só meu, mas sim de toda a torcida Tricolor e de quem acredita no futebol maranhense. O Sampaio na Série A vai trazer ainda mais benefícios para o Maranhão, com a geração de milhares de empregos diretos e indiretos, principalmente com o impulsionamento do turismo, além de divulgar o Estado com uma marca positiva no cenário nacional. É uma pena que questões orquestradas, com o único intuito de me enfraquecer politicamente, sejam manipuladas com a intenção de enterrar esse nosso objetivo. Quero deixar claro, mais uma vez, que não sou político. Estou político, e faço isso pelo Sampaio. Mas nós não vamos fraquejar”, apontou. Sergio relembra o momento em que assumiu o Sampaio, e faz um comparativo com os dias atuais: “O Sampaio ainda está muito longe do que se espera de um grande clube de futebol, em termos de estrutura. Mas, quando cheguei aqui, posso dizer que encontrei uma terra arrasada. Nossa equipe não tinha nem água encanada para tomar banho, e os atletas tomavam banho no mato. Hoje, já podemos oferecer condições de trabalho decentes aos nossos jogadores e comissão técnica, mesmo com todas as dificuldades. Evito falar em sacrifícios pessoais que faço para manter o clube de pé, mas chegou-se a um estágio que é preciso frisar: ainda hoje, pago um empréstimo de crédito consignado como vereador no valor de R$ 200.000,00, que usei para pagar folha de pessoal em 2013. Já fui obrigado a fazer essa operação novamente, desta vez, como deputado, no valor de R$ 400.000,00, para tentar manter os salários em dia. Não se trata de demagogia. Faço isso por amor e por acreditar em um ideal”, afirmou o presidente. Por fim, Frota lembra que há forças contrárias à ascensão do Sampaio, mas não se deixa abater: “Há quem interessa toda essa movimentação negativa em torno do Sampaio? Essas mesmas pessoas que promoveram a invasão no terreno do clube, e não querem que o Governo cumpra uma ordem judicial de reintegração, estão por trás disso. Mas, é como diz aquele velho provérbio: ‘Para alguns amar, outros precisam odiar. E nós vamos seguindo a luta em busca do nosso sonho que é a Série A”.

Continuar lendo Tá no site do Sampaio: presidente Sergio Frota esclarece acordo envolvendo o terreno do CT

Fora de campo – CT do Sampaio foi vendido em 2009, e agora invasores ocupam a área

Após a invasão de uma parte do terreno do CT José Carlos Macieira, que seria pertencente ao Sampaio Corrêa, veio à tona o fato de que a Ação de Manutenção de Posse, ajuizada na 2ª Vara Cível de São José de Ribamar, está no nome de uma empresa chamada Hispamix Brasil Investimentos LTDA. Esta empresa é especializada em investimentos imobiliários, principalmente venda de imóveis, construção de edifícios e vendas de frações de terrenos. Após a invasão de uma parte do terreno do CT José Carlos Macieira, que seria pertencente ao Sampaio Corrêa, veio à tona o fato de que a Ação de Manutenção de Posse, ajuizada na 2ª Vara Cível de São José de Ribamar, está no nome de uma empresa chamada Hispamix Brasil Investimentos LTDA. Esta empresa é especializada em investimentos imobiliários, principalmente venda de imóveis, construção de edifícios e vendas de frações de terrenos. A Hispamix está registrada no nome de dois sócios, José Domingos da Conceição Corrêa e José Manoel Gonçalves Pinto, e existe desde 2003.Em consulta ao Cartório de 1º Ofício de São José de Ribamar, constatou-se que a Hispamix comprou o terreno da sede do Sampaio Corrêa, de Antônio Cícero Oliveira Martins, em 16 de dezembro de 2009 por R$ 6,75 milhões (seis milhões e setecentos e cinquenta mil reais) e o dividiu em dois lotes: um com 100.000 m² e outro com 178.917 m², de igual valor (R$ 3,375 milhões cada). O curioso de constatar no instrumento de compra e venda do imóvel é que o procurador do Sr. Antônio Cícero chama-se Sérgio Barbosa Frota, presidente do Sampaio Corrêa, que ocupa o cargo desde 2007. A Hispamix está registrada no nome de dois sócios, José Domingos da Conceição Corrêa e José Manoel Gonçalves Pinto, e existe desde 2003.Em consulta ao Cartório de 1º Ofício de São José de Ribamar, constatou-se que a Hispamix comprou o terreno da sede do Sampaio Corrêa, de Antônio Cícero Oliveira Martins, em 16 de dezembro de 2009 por R$ 6,75 milhões (seis milhões e setecentos e cinquenta mil reais) e o dividiu em dois lotes: um com 100.000 m² e outro com 178.917 m², de igual valor (R$ 3,375 milhões cada). O curioso de constatar no instrumento de compra e venda do imóvel é que o procurador do Sr. Antônio Cícero chama-se Sérgio Barbosa Frota, presidente do Sampaio Corrêa, que ocupa o cargo desde 2007.

Continuar lendo Fora de campo – CT do Sampaio foi vendido em 2009, e agora invasores ocupam a área
Que pena! Goleador Robert troca  o Sampaio pelo Vitória às vésperas do jogo contra o Bahia
Robert: o "din-din" falou mais alto, e ele deixa o Sampaio...

Que pena! Goleador Robert troca o Sampaio pelo Vitória às vésperas do jogo contra o Bahia

Por conta de um proposta "irrecusável" do Vitória da Bahia ao atacante Robert, de 34 anos, do Sampaio Corrêa, o jogador desfalca, agora, o time boliviano. Ele assinou sua rescisão contratual no início da tarde desta quinta-feira (18) e deve embarcar rumo a Salvador nas próximas horas. A despedida do jogador se deu nesta quinta-feira (18) à tarde, no Centro de Treinamento (TC) do Sampaio, no Turu. Era visível o batimento do presidente triccolor, Sérgio Frota, com o fato, já que o jogador desfalca o Sampaio no jogo de amanhã (19), em São Luís, justamente contra um time baiano, o Bahia. Esse episódio deixa exposta a fragilidade das finanças dos times maranhneses, diante do poderio de outras agremiações Brasil a fora. O pior é que o tipo de contrato que o Sampaio tinha com Robert deixa a "bolívia" de calças curtas, não se sabendo nem se o Vitória dará algum dinheiro para o clube do Maranhão. - Robert não é mais jogador do Sampaio Corrêa. Uma alta proposta do Vitória tirou o atacante do elenco Tricolor. O jogador assinou sua rescisão contratual no início da tarde desta quinta-feira e deve embarcar rumo a Salvador nas próximas horas - diz a nota do Sampaio "A proposta do clube baiano é o dobro do salário de Robert no Sampaio. Não dá pra segurar..." - lamenta o presidente.

Continuar lendo Que pena! Goleador Robert troca o Sampaio pelo Vitória às vésperas do jogo contra o Bahia

Maranhão de luto! Morre aos 73 anos o radialista e cronista esportivo Herbert Fontenele

Fontenele lutava contra o câncer de próstata desde 2009. Deixa um legado de 55 anos no rádio e no futebol maranhense G1 Maranhão O radialista Herbert Fontenele Filho, o comentarista do povão, faleceu nesta terça-feira, aos 73 anos. Piauiense, nascido em Piracuruca, o comentarista esportivo lutava contra o câncer de próstata desde 2009 e estava internado, em estado grave, desde a noite do último domingo. No Maranhão, Fontenele era um dos maiores nomes da crônica esportiva de todos os tempos. O corpo será velado no início da tarde, no Estádio Castelão.

Continuar lendo Maranhão de luto! Morre aos 73 anos o radialista e cronista esportivo Herbert Fontenele
Revista cita escândalo das Copas de 2002 e 2006 para explicar relação entre Globo e Fifa
"Não causaria surpresa se o FBI batesse na porta dos irmãos Marinho", diz revista Reprodução/ Carta Capital

Revista cita escândalo das Copas de 2002 e 2006 para explicar relação entre Globo e Fifa

Carta Capital utilizou documentos do livro “O Lado Sujo do Futebol” para apontar associação entre emissora e entidade A Carta Capital que chegou às bancas na última sexta-feira (5) apontou novos atores para o maior escândalo de corrupção da história do futebol. A revista utilizou documentos reproduzidos no livro O Lado Sujo do Futebol, dos jornalistas Luiz Carlos Azenha, Leandro Cipoloni, Amaury Ribeiro Jr. e Tony Chastinet, para incluir a Rede Globo na investigação que culminou na prisão de sete dirigentes do alto escalão da Fifa. A publicação diz que a relação da emissora com os principais envolvidos vem de longa data, como no milionário esquema abastecido pela extinta ISL. A empresa intermediava a negociação das cotas de tevê para as Copas do Mundo de 2002 e 2006. Como lembra a revista, nesse esquema deflagrado pela promotoria suíça, o ex-presidente da Fifa João Havelange e o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira receberam propinas equivalentes a R$ 45 milhões. O processo foi desencadeado pela própria Fifa, que cobrou da massa falida da ISL sua parcela da quantia paga pela Globo. A emissora havia dissolvido uma empresa nas Ilhas Virgens Britânicas para pagar o pacote da Fifa sobre os direitos do Mundial de 2002. A Receita Federal identificou irregularidades na operação e a Globo, que na época contestou a sonegação, foi condenada a pagar R$ 615 milhões. A capa da revista monta um álbum de figurinhas estilizado com a manchete "álbum incompleto". Lá estão Ricardo Teixeira (indiciado pela Polícia Federal), Joseph Blatter (presidente renunciado da Fifa), Jérôme Valcke (investigado pela Justiça dos Estados Unidos), José Hawilla (réu confesso) e José Maria Marin (preso na Suíça). A sexta imagem apresenta o símbolo da Rede Globo e um ponto de interrogação, questionando quais outras figurinhas carimbadas ainda serão queimadas.

Continuar lendo Revista cita escândalo das Copas de 2002 e 2006 para explicar relação entre Globo e Fifa