Caema faz acordo para pagar salários atrasados de vigilantes terceirizados

Caema faz acordo para pagar salários atrasados de vigilantes terceirizados

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai efetuar o pagamento de dois meses de salários em atraso, tíquete alimentação e vale transporte a vigilantes que trabalham na empresa NewServ, que presta serviços de segurança. Os valores serão depositados pela Caema diretamente nas contas dos funcionários.

O acordo foi firmado em audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) com participação de representantes da Caema, Sindicato dos Vigilantes (Sindvig-MA) e da empresa NewServ. No total serão R$ 376 mil que a Caema vai pagar aos vigilantes. O valor será descontado do total que a empresa tem a receber da Caema. O acordo foi homologado na presença da procuradora do Trabalho, Virgínia de Azevedo Neves.

A empresa de vigilância não apresentou as certidões negativas da Receita Federal e, por isso, a Caema está impedida de fazer os pagamentos das faturas dos meses de dezembro/14, janeiro e fevereiro de 2015, no valor total de R$ 1,16 milhão.

“Do valor total que a empresa tem a receber, estamos destinando R$ 376 mil para pagamento de dois meses de salários (janeiro e fevereiro/15) dos vigilantes. Estamos preocupados, neste momento, com a situação dos trabalhadores que foram beneficiados com esse acordo. O dinheiro será depositado nas contas nos próximos dias”, disse o diretor presidente da Caema, Davi Telles”.

Ficou estabelecido, ainda, que as partes envolvidas nesse acordo devem apresentar ao Ministério Público, no prazo de dez dias, a documentação comprobatória de cumprimento do acordo. A Caema vai apresentar ao Sindicato dos Vigilantes (Sindvig-MA) os comprovantes de pagamento efetuados por meio de depósito bancário. Pelo acordo, eventuais pendências trabalhistas poderão ser cobradas pelos empregados.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 2 comentários

  1. DANIEL PAVÃO ROCHA(VICE PRESIDENTE SINDICATO DOS VIGILANTES - MA)

    O SINDVIG-MA, AGRADECE O EMPENHO DA DIREÇÃO DA CAEMA(DAVI TELLES) E TODA SUA EQUIPE, QUE QUE TEVE ONBRIDADE DE AJUDAR A RESOLVER A SITUAÇÃO CALAMITOSA QUE PASSA OS VIGILANTES LOTADOS NA CAEMA PELO CONTRATO COM A EMPRESA NEWSERVE, QUE A MUITO TEMPO VEM ATRASANDO OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES, MESMO RECEBENDO AS SUAS FATURAS SEM TER CERTIDÕES PRA RECEBIMENTO DE PAGAMENTO E QUANDO APRESENTAVAM PERGUNTA – SE COMO CONSEGUIAM SE NUNCA DEPOSITAVAM O FGTS E O INSS QUE DESCONTAM NO SALÁRIO DOS VIGILANTES.
    ESSE É UM DOS PROBLEMAS QUE O SINDICATO VEM COMBATENDO COM DENUNCIAS E PROCESSOS EM TODOS OS ORGÃOS COMPETENTES , LOGO PORQUE ESSE VÍRUS ESTA EM TODAS AS SECRETARIAS DO GOVERNO, ACREDITAMOS QUE O NOVO GOVERNO VAI FAZER A DIFERENÇA MAIS ATÉ AGORA, AINDA ESTAMOS ESPERANDO O NOVO MARANHÃO DE TODOS NÓIS, TRABALHANDO SEM RECEBENDO NOSSO SALÁRIO

  2. DANIEL PAVÃO ROCHA(VICE PRESIDENTE SINDICATO DOS VIGILANTES - MA)

    TRABALHANDO SEM RECEBER SALÁRIO (CORREÇÃO DA ULTIMA FRASE DO TEXTO ANTERIOR)

Deixe uma resposta