Bom Jardim – Lidiane Leite toma mesmo chá de sumiço. Vice-prefeita assume, prometendo auditoria
Malrinete Gralhada assume vaga da prefeita fujona prometendo auditoria

Bom Jardim – Lidiane Leite toma mesmo chá de sumiço. Vice-prefeita assume, prometendo auditoria

Malrinete Gralhada assume vaga da prefeita fujona prometendo auditoria

Dez dias após empreender fuga para não ser presa pela Polícia Federal, a prefeita de Bom Larddim, Lidiane Leite, continua foragida, apesar das promessas, feitas via advogado, de que ela se entregaria. Enquanto isso, a prefeita em exercício de Bom Jardim (MA), Malrinete Gralhada (PMDB), empossada sexta-feira (28) afirmou que vai contratar uma auditoria para apurar as irregularidades nas contas do Executivo Municipal:

– “Esses indícios de que foram desviados recursos, a Justiça vai ficar sabendo porque nós estaremos também colaborando com as investigações”, garantiu, Marinete, após a posse

Gralhada foi empossada pelo juiz Cristóvão Sousa Barros, titular da 2ª Vara da Comarca, no Fórum de Bom Jardim (MA). O juiz havia concedido, na quinta-feira (27), mandado de segurança determinando que Gralhada assumisse imediatamente a prefeitura.

A prefeita Lidiane está foragida desde o dia 20 de agosto, quando foi deflagrada a “Operação Éden”, da Polícia Federal, que apura desvios de verbas da educação. De acordo com o superintendente da PF no Maranhão, Alexandre Saraiva, foi solicitada a inclusão do nome dela à  lista de procurados da Interpol.

Sem defesa

Transformado numa espécie de porta-voz da família da prefeita Lidiane, o advogado Carlos Sérgio de Carvalho informou, sexta-feira, que se desligou do caso. Segundo ele, o escritório C. S. C. B. Advogados Associados foi contratado exclusivamente para a impetração de habeas corpus perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ). O pedido foi negado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Na quinta-feira (27), Carlos Sérgio havia afirmado  que a prefeita estudava a melhor forma de se entregar à polícia. Ele havia assumido a defesa de Lidiane na segunda-feira (24).

Denúncias

O Ministério Público pediu, por meio de  duas ações civis públicas por improbidade adminstrativa, a indisponibilidade dos bens e o afastamento de Lidiane. Além da prefeita, foram denunciados o ex-secretário municipal de Assuntos Políticos Beto Rocha, namorado da prefeita preso no dia 20 de agosto pela PF; os empresários Antônio Oliveira da Silva e Karla Maria Rocha Cutrim da Zabar Produções (empresa contratada para reformar escolas), além do contador e pregoeiro do Município Marcos Fae Ferreira França.

Com informações do G1

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta