Biometria facial nos coletivos pode ser concluída até o final de abril, adianta Canindé Barros
Segundo Canindé Barros, equipamento já está implantado em 650 ônibus da frota de 1.100 que integram o sistema.

Biometria facial nos coletivos pode ser concluída até o final de abril, adianta Canindé Barros

Segundo Canindé Barros, equipamento já está implantado em 650 ônibus da frota de 1.100 que integram o sistema.

 

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), trabalha para concluir até o final de abril a implantação da biometria facial no sistema de transporte da cidade. O equipamento está implantado em 650 dos 1.100 ônibus que integram o sistema. A atualização tecnológica foi iniciada em janeiro deste ano pela administração municipal.

A implantação da biometria facial está sendo realizada pela Dataprom, empresa reconhecida na área. “Já estamos colhendo os frutos desta medida. Por determinação do prefeito Edivaldo, estamos avançando na implantação da biometria facial e, com isso, reduzindo a fraude que anteriormente correspondia a até 35% da evasão de toda a renda e, atualmente, varia entre 20 e 25%”, esclareceu o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, nesta segunda-feira (13).

Segundo Canindé Barros, com a redução da fraude será possível trabalhar com um sistema equilibrado e um panorama favorável à realização da licitação. O lançamento do edital de licitação está previsto para acontecer ainda no mês de maio. A lei autorizativa da licitação foi enviada para na Câmara Municipal de São Luís e aguarda parecer das comissões técnicas.

Além do combate à fraude, a implantação da biometria vai proporcionar a implantação do bilhete único e mais conforto ao usuário, como a recarga a bordo, reivindicada principalmente por estudantes.

O secretário da SMTT aponta medidas que têm colaborado para a melhoria do sistema, como a renovação da frota que antes tinha idade média de oito anos de uso. Com aquisição de novos ônibus, a média de ano de fabricação dos ônibus do sistema de transporte em São Luís está em 5,5 anos. O incremento é destacado pelo secretário como uma plataforma do avanço no sistema que culminará com a licitação das linhas.

“Quando o prefeito Edivaldo assumiu a Prefeitura em 2013, tínhamos ônibus com até 16 anos de fabricação ainda circulando. Eram quase 400 ônibus com tempo de uso superior a dez anos”, lembra Canindé Barros.

Embora reconheça a complexidade do sistema, o secretário garante que algumas medidas adotadas vão contribuir para avançar na qualidade dos serviços. “Deixaram o sistema abandonado e estamos trabalhando intensamente para resgatar a confiança do usuário. É preciso esclarecer que não se muda o sistema de uma hora para outra, é preciso medidas firmes e elas estão sendo tomadas para chegarmos a um objetivo maior, que é o transporte de qualidade”, afirmou Canindé.

ARTICULADOS

Ainda esta semana, a Prefeitura retomará os testes dos coletivos articulados. Serão testados ônibus do modelo na linha integrada entre a zona rural e o terminal do Vinhais – Cohama. Em março deste ano, a Prefeitura deu início aos testes com ônibus articulados com previsão de concluir os estudos de viabilidade no prazo de até 50 dias. Além de servir para estudo da viabilidade econômica desta modalidade de transporte em São Luís, os testes passam pela avaliação dos usuários e já receberam grande aprovação por parte da população.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta