Barbosa diz que não é candidato a nada

Barbosa diz que não é candidato a nada

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, afirmou em entrevista ao correspondente do “The New York Times” no Brasil, Simon Romero, que não é candidato a presidente. “Não sou candidato a nada”, disse.

A reportagem foi publicada na seção “Saturday Profile” (“Perfil de Sábado”) neste sábado (24), com o título: “A Blunt Chief Justice Unafraid to Upset Brazil’s Status Quo” (Um chefe de Justiça sem medo de aborrecer o status quo do Brasil)

“Quando o presidente do tribunal, Joaquim Barbosa, adentra a Corte, os outros dez ministros se preparam para o que pode vir depois”, diz o texto.

“Eu tenho um temperamento que não se adapta bem à política”, disse Barbosa ao jornalista do “NYT”.

Pesquisa do Data Folha divulgada no dia 10 de agosto mostra que no cenário com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) na disputa pela Presidência, o magistrado obteria 11% dos votos. Em junho, na última pesquisa do instituto, ele havia registrado 15%.

A reportagem cita que ele é a força motriz por trás de uma série de decisões liberais do ponto de vista social, o que levou a mais alta Corte do Brasil, e ele em particular, a ser objeto de fascínio popular.

O texto cita decisões recentes do STF, como a de aumentar o número de estudantes negros e indígenas em universidades, e fala sobre a influência de Barbosa na legalização do casamento de pessoas do mesmo sexo em todo o país, além de seu comando do julgamento do Mensalão.

De acordo com a reportagem, sua popularidade foi mostrada por meio de máscaras com o seu rosto em meio aos desfiles do Carnaval deste ano. Além disso, o texto cita que pesquisas com manifestantes durante os protestos de rua no mês de junho mostraram o ministro do STF como um dos favoritos à Presidência nas eleições do próximo ano.

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta