Assessoria de Flávio Dino desmente críticas de Lobão Filho quando o assunto é Embratur, e mostra que ele ajudou o Maranhão
Flávio Dino: ajudando o Maranhão, via Embratur

Assessoria de Flávio Dino desmente críticas de Lobão Filho quando o assunto é Embratur, e mostra que ele ajudou o Maranhão

Flávio Dino: ajudando o Maranhão, via Embratur

Da assessoria de Flávio Dino

Uma rápida busca no Portal da Transparência do Governo Federal desfaz toda a crítica do candidato Edinho Lobão sobre a atuação de Flávio Dino à frente da Embratur. Dados oficiais disponíveis no site do Governo Federal revelam que, quando Flávio Dino foi presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) o investimento no Maranhão foi 4,6 vezes maior do que acontecia anteriormente.

A dificuldade em apresentar críticas a Flávio Dino fez com que a campanha de Edinho Lobão mentisse ao eleitor maranhense e dissesse que o ex-presidente da Embratur não teria dado atenção ao estado. No entanto, o Portal da Transparência do Governo Federal mostra diversos investimentos no estado.

Nos anos em que dirigiu o Instituto, Flávio Dino deu atenção especial a seu estado de origem. Mesmo fazendo oposição ao Governo do Estado, Dino destinou convênios em 2012, 2013 e 2014 para promover o turismo internacional no estado. Até o momento, o Governo Roseana Sarney não apresentou prestação de contas dos convênios e está em falta com a União.

Além de convênios destinados ao Governo comandado pelo grupo político ao qual se opõe, Flávio Dino também beneficiou diretamente municípios maranhenses. No início de 2014, por exemplo, dois convênios para a promoção do Turismo em São Luís, Alcântara e Barreirinhas. Só este convênio totaliza R$ 1,7 milhão em investimento direto nos municípios maranhenses.

A partir de parceria com diversas prefeituras, Dino conseguiu melhorar a divulgação dos destinos turísticos maranhenses em diversos setores: publicidade em diferentes países, produção jornalística a partir da vinda de jornalistas estrangeiros para o Maranhão e os esforços em torno da diversificação dos destinos maranhenses. O estado foi destaque em países da Europa e da América Latina a partir de iniciativas do Instituto.

Com Dino, o Maranhão aumentou a participação do estado nas feiras internacionais e também a promoção das festas juninas do Nordeste, incluindo o Maranhão. Neste ponto, coube destaque a participação do Boi de Morros em Roma e Boi Barrica na França, que ficaram encantadas com a diversidade cultural maranhense. O Maranhão também faz parte do “Guia Turístico do Brasil” produzido pela Embratur, traduzido para oito línguas.

Em 2013, por exemplo, a Embratur trouxe a São Luís o escritor Benjamin Moser e 3 jornalistas norte-americanos na Feira do Livro de São Luís (FeliS). Ainda em 2013, a Embratur iniciou ações voltas às cidades de Godofredo Viana, Carutapera, Carolina e Imperatriz; além dos programas Vôos Regionais e Discover Brasil que também contemplaram o estado.

Governo sem cores partidárias

Como presidente da Embratur e deputado federal, Dino fez questão de manter-se em favor dos maranhenses, independente de questões político-partidárias. O candidato a Governador do Maranhão defende o fim da perseguição a municípios cujos gestores não são aliados políticos do Governador, prática realizada pelo grupo que comanda o Maranhão há 50 anos.

“O Maranhão precisa virar a página da política da perseguição. Precisa de um Governador amigo de todas as cidades, que não faça distinção política. O Governador tem que olhar para todo o estado, trabalhar para todos os 7 milhões de maranhenses,” disse Flávio Dino.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta