Ao contrário de Lobão,  Mantega não vislumbra aumento do preço da  gasolina em 2013
Ministro da Fazenda quer barrar qualquer aumento de preço de combustíveis ainda este ano.

Ao contrário de Lobão, Mantega não vislumbra aumento do preço da gasolina em 2013

No Maranhão, vender gasolina barata é crime denunciado pelos tubarões da economia popular

No Maranhão, o cartel dos revendedores de combustíveis quer impor aumentos absurdos e sem justificativas, mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (16) que não sinalizou a possibilidade de aumento nos preços da gasolina neste ano.

A declaração vai de encontro a recentes citações do “nosso” ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Mantega lembrou que a saída encontrada pelos Estados Unidos para seu impasse fiscal será um alívio para a economia mundial.

A declaração do ministro deveria servir de ducha de água fria para o sindicato dos revendedores de combustíveis Maranhão que aumenta o preço dos derivados de petróleo e álcool a seu bel prazer.

Faz pior o sindicato: denuncia como marginais os donos de postos que não rezam na sua cartilha de tubarão do consumidor, quando vendem gasolina, álcool e óleo diesel a preços mais “humanos” para a economia local.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta