Ao cair da “rede”, Marina Silva fica  entre a cruz e a espada
Dilma é a beneficiada com a decisão do TSE

Ao cair da “rede”, Marina Silva fica entre a cruz e a espada

 A sede com que o TSE se lançou contra a Rede Sustentável de Marina Silva gerou desconfianças mis.

 Marina alcançou o patamar de 20 por cento nas pesquisas de opinião e se aproximou, perigosamente, das intenções de voto da presidente Dilma Roussef, no momento em que ela despencou.

Os partidos de oposição estão torcendo pela Rede e por Marina. Disputando, ela seria a garantia de que o pleito pela presidência da República vai para o segundo turno, em 2014.

 Ontem, a simpática Marina estava num mato sem cachorro: arriscar recorrer ao Supremo Tribunal Federal e perder. Ou pegar carona noutro partido político, contrariando o que vem pregando.

 Ao final do julgamento, disse que a Rede Sustentável já é uma proposta política consolidada para o Brasil, independentemente do resultado do TSE.

 Dilma Roussef deve estar morrendo de alegria…

Dilma é a beneficiada com a decisão do TSE

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta