Ana do Gás enquadra Andrea Murad e acusa Ricardo de perseguição

Ana do Gás enquadra Andrea Murad e acusa Ricardo de perseguição

A deputada estadual Ana do Gás (PRB) partiu pra cima da colega Andrea Murad, do PMDB, nesta terça-feira (24). Andrea usou a tribuna para mais uma vez para disparar ataques contra o governo Flávio Dino (PCdoB), abusando de factoides e de informações desconexas com o propósito de macular as ações de transparência anunciada recentemente pela gestão estadual.

Enquanto tentava justificar os repasses milionários feitos por Ricardo Murad a Miranda do Norte e Coroatá na véspera das eleições passadas, a filha do ex-secretário de Saúde, mais votada nos referidos municípios, acusou os demais parlamentares de serem hipócritas, garantindo que eles fariam a mesma coisa se tivessem oportunidade.

Em resposta a Andrea, Ana do Gás acusou Ricardo Murad de perseguir quem não rezava na cartilha dele, num discurso para colocar o líder do governo, Rogério Cafeteira (PSC), no bolso.

“Infelizmente, a deputada Andréa não se encontra mais presente no plenário. Nós precisávamos de um hospital em Santo Antônio dos Lopes, porque nós temos apenas uma Unidade Mista. E a gente não conseguiu, porque a gente simplesmente ouviu da boca do secretário de Saúde que não era conveniente a ele um hospital lá. Isso é lamentável, é ódio”, declarou.

Cheia do gás, a parlamentar também acusou a gestão Murad de desmontar o Socorrão inaugurado por Jackson Lago em Presidente Dutra e de negligenciar, por razões políticas, o funcionamento de uma moderna clínica médica em Tuntum.

“Nós recebemos o primeiro Hospital Regional quando o doutor Jackson era governador, que foi o hospital de Presidente Dutra. Um hospital como o Socorrão de Presidente Dutra, de onde até equipamentos foram desviados, não pode ser sucateado. O mais revoltante ainda é você chegar em Tuntum e ver um centro de imagem com um laço de inauguração, com os equipamentos enchendo de poeira, de ferrugem, talvez nem funcionem porque há seis anos que eles estão lá trancados. Isso é um crime!”, finalizou a deputada.

*com informações do Blog do Marrapá

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta