“Amaldiçoados”, mulher casada e seu amante ficam presos pelas genitais após sexo em hotel

“Amaldiçoados”, mulher casada e seu amante ficam presos pelas genitais após sexo em hotel

Mulher casada e seu amante ficaram presos em quarto de hotel e precisaram ser resgatados por hóspedes; multidão se formou na rua para ver o casal

Como certa vez noticiou um jornal de São Luís do Maranhão – com o ceticismo de boa parte dos leitores -, um casal de amantes parece ter


Reprodução/The Sun — Marido supostamente usou poção para flagrar esposa em sexo com o amante

feito uma “caminhada da vergonha” depois de ficarem presos um ao outro durante o sexo, precisando serem resgatados em quarto de hotel. Os dois foram carregados pelo meio da rua para receberem ajuda, sendo recebidos por transeuntes chocados com a cena.

Ainda presos um ao outro após o sexo , o casal foi levado em uma maca de madeira. O incidente aconteceu no Quênia e, para não ser identificada, a mulher casada cobriu seu rosto com o lençol. Enquanto isso, seu amante olhava ao redor, observando a multidão.

Os dois supostamente estavam tendo um encontro no hotel Explor-Inn quando o homem percebeu que não era capaz de se soltar de sua amada. Literalmente. Assim, ela teria começado a sentir dor e, depois de um tempo, acabaram gritando por ajuda.

Outros hóspedes do hotel tentaram ajudá-los, mas a única maneira de garantir que o casal recebesse atendimento médico era carregando os dois, ainda presos, pelas ruas. A cena atraiu muitos curiosos, que ficaram espantados com a situação inusitada.

A mídia local especula que o incidente foi resultado de “poção para flagrar adultério”, que teria sido usada pelo marido da mulher. Entretanto, tudo indica que foi um caso de vaginismo, que acontece quando os músculos vaginais têm espasmos involuntários. A condição pode ter diferentes causas, como infecção urinária e gatilhos psicológicos.

“Presos pela paixão”

Não é a primeira vez que um casal adúltero fica preso durante o ato sexual, no Quênia. Em novembro de 2016, um homem não conseguia retirar sue pênis de dentro da parceira também. Isso teria acontecido depois de o marido da mulher ter solicitado a um médico bruxo que amaldiçoasse os órgãos genitais da moça.

Os dois transavam na casa dela enquanto o marido traído viajava a trabalho, mas acabaram ficando presos um ao outro. Sentindo dor, gritaram tão alto que chamaram a atenção dos vizinhos. Uma multidão se formou do lado de fora da casa e o par foi carregado em cima de um lençol.

Eles foram levados ao médico bruxo que supostamente havia lançado a maldição para que ficassem presos durante o sexo. O doutor conseguiu liberar os dois, mas antes fez com que o homem pagasse uma multa pela infidelidade.

Fonte: Último Segundo – iG

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta