Aécio Neves: “Lula duvida das chances de Dilma”

Aécio Neves: “Lula duvida das chances de Dilma”

O senador e presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves (MG), afirmou, ontem (31) que o ex-presidente Lula não tem confiança nas chances de Dilma Rousseff em 2014. Segundo ele, o petista “vai criando uma sombra sobre a presidente Dilma Rousseff”, porque não está otimista com relação a seu desempenho na eleição de 2014. “Não sei o que o Lula está querendo. O que vejo é um ex-presidente aflito. E digo isso como alguém que tem e sempre teve uma boa relação com ex-presidente Lula. É alguém que não está seguro das condições e das possibilidades da sua candidata”, declarou Aécio.

Em seu discurso, o parlamentar se mostrou reticente quanto às chances de a presidente Dilma se reeleger, mesmo assegurando o primeiro lugar nas pesquisas eleitorais. “O que vejo é o PT hoje muito ansioso, aflito. Duvidando das condições da presidente da República que eu acho que não são boas. Alguém para disputar a reeleição deveria estar numa condição muito melhor da que ela está. Hoje, mais de 60% dos eleitores brasileiros dizem não querer votar em uma candidatura do PT. Isso gera inseguranças internas”, avaliou o tucano.

“Agora, isso é uma questão que eles vão ter de resolver internamente. Se alguém tem hoje efetivamente um conflito interno, é o PT”, acrescentou. O senador também rebateu as declarações de Lula, que criticou ontem em Brasília a gestão econômica do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo Lula, a política cambial em 1998 fez o País quebrar três vezes e a estabilidade econômica foi consolidada apenas em seu governo. Para Aécio, Lula “tem que parar de brigar com a história”. “Se não houvesse o governo do presidente Fernando Henrique, com a estabilidade econômica, com a modernização da economia, não teria sequer havido o governo do presidente Lula”, disparou.

Na visão de Aécio, o governo Lula teve duas grandes virtudes. Uma delas, de acordo com ele, foi dar sequência e ampliar os programas sociais de transferência de renda do governo do presidente Fernando Henrique. “Não vamos esquecer que o presidente Fernando Henrique deixou 6,9 milhões famílias cadastradas e recebendo algum benefício: Bolsa Escola, Bolsa Alimentação ou Vale Gás”, afirmou. O outro ponto positivo foi a manutenção de uma “política macroeconômica”. “Portanto, é uma bobagem ele esquecer o que veio antes dele. Acho que é uma demonstração de fragilidade e de grande incoerência querer criar adversários virtuais”, disse Aécio.

Nesta quinta-feira 31, o presidente do BC no governo FH Gustavo Franco também rebateu as críticas de Lula contra seu antecessor. (Brasil 247)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta