Ações de Governo levam aprovação de Flávio Dino a ser ainda maior que o resultado da eleição
Discurso voltado para o social é uma das explicações para popularidade do governo Flávio Dino, segundo apurou o Data M

Ações de Governo levam aprovação de Flávio Dino a ser ainda maior que o resultado da eleição

Blog do Garrone

O governo de Flávio Dino agrada seus eleitores, mas também muitos daqueles que votaram em outros candidatos na eleição do ano passado. É o que mostra a pesquisa do instituto Data M divulgada ontem pelo Jornal Pequeno. Eleito com 64,3% dos votos, a aprovação do governo Flávio Dino tem, às vésperas de completar 6 meses de mandato, 10 pontos percentuais a mais que o resultado nas urnas.

São 74,4% dos maranhenses que dizem aprovar o governo Flávio Dino. Número altíssimo se comparado com os resultados dos governos pelo país, num momento em que ele enfrenta uma grave crise econômica e política. Para se ter uma ideia, no Paraná, o governador possui algo em torno de 20% de aprovação, o do Distrito Federal possui 45% e o de São Paulo, 38% de aprovação.

Esses são alguns exemplos para provar que, no Brasil, a coisa não anda fácil para a classe política. Mas no Maranhão, Flávio Dino tem conseguido manter o alto nível de aprovação, que oscila dentro da margem de erro para mais ou para menos desde a primeira pesquisa, divulgada em fevereiro.

E por que, pela primeira vez na história, o Maranhão vai na contramão do país, mas desta vez positivamente?

Discurso voltado para o social é uma das explicações para popularidade do governo Flávio Dino, segundo apurou o Data M

Talvez as ações de governo trazidas por Flávio Dino nestes primeiros seis meses possam dar uma pista. Ele começou sua administração com a valorização de professores e policiais – duas classes que atuam em todo o Estado e estavam relegadas ao abandono. Ambas receberam aumento significativo e receberam desde o começo uma atenção especial do governo.

O mesmo se pode dizer em relação a suas principais promessas de campanha. Flávio Dino começou a implantar o Mais IDH (que já vem demarcando espaço no Governo Federal e instâncias internacionais importantes como a ONU), a Caema já inaugura obras pra combater a escassez de água e o programa Mais Asfalto chega a dezenas de cidades em poucos meses.

Todo esse cenário vem sendo construído mesmo com uma forte oposição do grupo Sarney e seus meios de comunicação (notadamente sistemas Mirante e Difusora), que impiedosamente massacram o Governo e em nenhum momento noticiam as ações de interesse público que atingem todas as regiões do Maranhão.

Alguém pode dizer: ainda é cedo para avaliar. É verdade. Mas já é tempo para reconhecer que o caminho escolhido por Flávio Dino de priorizar investimentos nas áreas de promoção da igualdade social e interiorização de todas as secretarias era exatamente o que o povo esperava.

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta