A pedidos! “Violência acontece porque Maranhão está mais rico”, diz Roseana

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), justificou a violência no Estado com o aumento da riqueza entre os maranhenses. De acordo com ela, o Maranhão está mais rico e isso faz com que a segurança piore.

“É um Estado que está se desenvolvendo, que está crescendo. E um dos problemas que está piorando a segurança do nosso Estado é que nosso Estado está mais rico, mais populoso também”, disse Roseana.

A governadora também disse não acreditar na intervenção federal no Estado. E justificou: “Não acredito que [o procurador-geral da República] vá pedir intervenção, porque estou cumprindo com o meu dever no Maranhão. O Estado está indo muito bem”, disse, citando a seguir o avanço do PIB, melhoria das estradas e dados da educação e indústria.

Roseana e a estranha tese de que a violência ocorre porque o Maranhão é rico…

Em entrevista nessa quinta-feira (9) em São Luís, a governadora Roseana disse que a violência no complexo de Pedrinhas, com 62 mortos desde o ano passado, é “algo inexplicável”.

“O que aconteceu me chocou, e a todo o Maranhão, porque o povo do Maranhão não é violento. O que aconteceu lá é algo inexplicável. Estou até agora chocada com o que aconteceu lá, porque o que existe são brigas de facções. E elas são muito violentas. Acaba havendo problemas de morte no presídio.”

Roseana também relacionou a violência ao crack. “É uma disputa praticamente por causa do crack, que tem uma força muito grande, uma disputa de espaço. O que aconteceu em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul não é diferente do que está acontecendo aqui.”

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 2 comentários

  1. roberto

    É IMPRESSIONANTE O PROGRAMA DA RÁDIO CAPITAL.
    IVSON LIMA MORDE E A MONICA ASSOPRA.TUDO COM RESPALDO DE ROBERTO ROCHA

    1. José Machado

      Por dois anos, participei quase que diariamente do Programa “Bastidores da Capital”. Atualmente, por conta do Instituto de Opinião Pública Data M, tenho rareado minhas participações. Não vejo a atuação de Iviso Lima e Mônica Moreira Lima assim, do tipo “morde e assopra” Acho que a discordância deles sobre os temas discutidos é sincera. Assim como eu também opino e, muitas vezes, discordo deles e, até, do Roberto Rocha, que dificilmente interfere.

Deixe uma resposta