Desembargador José Joaquim derrota Nelma Sarney na disputa pela presidência do TJ

Desembargador José Joaquim derrota Nelma Sarney na disputa pela presidência do TJ

O novo presidente do TJ,  desembargador José Joaquim Figueiredo (FOTO: Ribamar Pinheiro/TJMA)

Eleitos, também, o novo vice-presidente e o corregedor-geral da Justiça.

O desembargador José Joaquim Figueiredo, que concorria contra a sua colega Nelma Sarney, foi eleito nesta quarta-feira (4) novo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão O placar:  16 votos a favor de José Joaquim, 10 a favor de Nelma e um voto em branco.

O desembargador Lourival Serejo foi eleito vice-presidente com 18 votos. O desembargador Marcelo Carvalho obteve 23 votos e foi eleito novo corregedor-geral de Justiça.

A sessão administrativa teve início às 9h para eleger a Mesa Diretora do Poder Judiciário do Maranhão – presidente do TJMA, vice-presidente e corregedor-geral da Justiça – para o biênio 2018/2019. A posse oficial da nova mesa diretora ocorrerá em dezembro deste ano.

A atual mesa diretora do Judiciário maranhense é composta pelos desembargadores Cleones Carvalho Cunha (presidente), Maria das Graças Duarte (vice-presidente) e Anildes Chaves Cruz (corregedora-geral da Justiça).

Conforme o regimento interno do TJ, a eleição é realizada por meio do voto secreto, dentre os membros mais antigos, em número correspondente ao dos cargos de direção, para mandato de dois anos, sendo vedada a reeleição e o exercício de mais de dois cargos da mesa.

O novo presidente

 

Natural de  São João Batista, na Baixada Ocidental do Maranhão, o novo presidente nasceu  em 28 de agosto de 1953. José Joaquim Figueiredo obteve gradução em Direito pela Universidade Federal do Maranhão, em 1978. Iniciou sua vida funcional como advogado e procurador do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Maranhão (DER), em 1978, onde presidiu, durante cinco anos, a comissão responsável pela indenização de famílias que moravam sob a Ponte “José Sarney” e a Comissão de Promoção de Funcionários.

Atuou como procurador fiscal da Prefeitura de São Luís, no período de 1983 a 1986, quando foi aprovado no concurso para procurador do Estado. No mesmo ano foi aprovado no concurso para juiz de Direito.

Ingressou na magistratura em 2 de maio de 1987, sendo designado para a comarca de Riachão. Atuou em Alcântara, Presidente Dutra, Itapecuru, Santa Inês e Bacabal.

Foi juiz corregedor na gestão do desembargador Antônio Fernando Bayma Araújo e diretor do fórum “Des. Sarney Costa” nas gestões de Orville Almeida e Jorge Rachid.

Em 19 de dezembro de 2006, ingressou no Tribunal de Justiça, pelo critério de merecimento, na primeira votação aberta para escolha de desembargadores da história do TJ.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta