Sinal verde! Prefeitura inaugura a primeira etapa das obras do Hospital da Criança

Entrou em funcionamento, nesta quarta-feira (8), a primeira etapa das obras de restauração e ampliação do  Hospital Odorico Amaral de Matos - Hospital da Criança: o novo piso térreo da unidade de saúde, com consultórios, recepção, salas de administração de medicação e nebulização, de classificação de risco, farmácia satélite e banheiros. As obras nos outros setores, executadas pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, estão 64% concluídas e a próxima etapa a ser entregue consiste na implantação do laboratório e coleta, além de leitos para repouso multidisciplinar. O secretário de Saúde do Município de São Luís, Lula Fylho, garante que o  espaço entregue contribui para desafogar o fluxo na unidade e proporcionar maior conforto a pacientes e acompanhantes que chegam à unidade. Este novo setor vai funcionar para o primeiro atendimento, tanto do paciente mais grave como dos demais casos: - "Hoje a gente pode mostrar e entregar para a população algo que vai dar muito mais conforto, dignidade e condições para os pacientes e os profissionais", oisse o secretário, destacando ainda que a parceria com o Governo do Estado foi fundamental para a entrega do novo setor.

Continuar lendo Sinal verde! Prefeitura inaugura a primeira etapa das obras do Hospital da Criança

Novo presidente do STF, Dias Toffoli, foi indicado por Lula e participou do governo petista

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito nesta quarta-feira (8) para a presidência da Corte pelos próximos dois anos. A eleição é feita entre os próprios ministros do tribunal. Toffoli foi eleito com dez votos favoráveis e um contrário – é comum que o ministro que assumirá o posto a presidência vote em seu vice. Ele assume em 13 de setembro. Toffoli está no Supremo desde outubro de 2009, quando sucedeu o então ministro Carlos Alberto Menezes, falecido no mesmo ano. Ele nasceu em Marília, em 15 de novembro de 1967, e se graduou em Direito em 1990 pela Universidade de São Paulo (USP). É especialista em Direito Eleitoral, foi professor de Direito Constitucional e Direito da Família, e atuou como advogado do Partido dos Trabalhadores. No governo Lula, trabalhou na Casa Civil entre janeiro de 2003 e julho de 2005, durante o período em que o ex-deputado José Dirceu ocupou o cargo de ministro. Com a saída de Dirceu do governo, em razão das denúncias de envolvimento com o “mensalão”, Toffoli assumiu a chefia da Advocacia-Geral da União, onde ficou até assumir como ministro no STF. Sua indicação para o cargo, feita por Lula, foi contestada, pela proximidade que tinha com o então presidente – de quem foi advogado em campanhas eleitorais.

Continuar lendo Novo presidente do STF, Dias Toffoli, foi indicado por Lula e participou do governo petista

Autocrítica! Corrigindo erros do passado e do presente, prenúncio de um futuro feliz…

Jornalista José Machado* Este blog é uma graça! E, de vez em quando, apronta as suas... Não que ele não seja sério, ou pelo menos tente sê-lo... Mas padece da incúria de não captar nenhum centavo no  mercado para sua sustentação e/ou sobrevivência do autor...... Isso porque este editor tem outros afazeres, do que precisa de tempo quase integral para desempenhá-los, sob pena de não poder mais nem pagar o aluguel da sala do escritório. Daí algumas  vezes ter ficado sem postagens diárias ou até semanais, num flagrante descaso para com quem o acessa. E olhe que o medidor já aponta mais de 600 mil acessos desde que começamos a escrever – e postar – essas mal traçadas linhas... Assim, devo me desculpar e dizer que tentarei ser menos indiligente  com os “meus” leitores cibernéticos. Mais: modernizar em breve esse espaço, dentro dos melhores padrões de web designers e de conteúdo linguístico do momento. Preciso de tempo e dinheiro! Estou tentando viabilizar os dois. Mas não se assustem: não baterei em vossos tablets/ em busca do vil metal. Trata-se de um projeto de comunicação há muito acalentado,  à espera para ser posto em prática. Coisa de jornalista que nunca quer abandonar  a profissão, porque ela virou “cachaça”... Quando o bicho estiver pronto, viabilizado técnica e financeiramente, pô-lo-ei à luz... Para não despertar a cobiça antecipada de um monte de aventureiros que está abarrotando os espaços virtuais com tudo quanto é aberração, menos  jornalismo ou conteúdo sadio e ético. Reconhecemos,  assim, os tropeços do passado e do presente, propondo para breve um recomeço. Sem traumas, sem  interrupções e com muito gosto pelo que fazemos. Grande abraço a todos! Curriculum resumido: Avô de Lucas, graduado pela Universidade Federal do Maranhão, pós-graduado pela USP . Trabalhou no Jornal Pequeno, O Imparcial, Diário do Norte, TV Difusora. Teve passagens pelas rádios Educadora e Capital. Fundou e editou o semanário Marketing & Mídia. Atualmente, é diretor do Instituto de Pesquisas Data M.

Continuar lendo Autocrítica! Corrigindo erros do passado e do presente, prenúncio de um futuro feliz…
Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018
Brasília - Corredores do Congresso Nacional vazio, sinal verde para parlamentares entrarem em recesso (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018

Registro das candidaturas, escolhidas nas convenções partidárias , deve ser feito até o dia 15. Até lá, poderão haver desistências ou substituições Este ano, o Senado Federal será renovado em dois terços dos seus membros. Assim, os eleitores do Maranhão vão poder escolher dois senadores no dia 7 de outubro vindouro. Para isso,  11 nomes vão estar à disposição dos eleitores na urna eletrônica. São eles: Alexandre Almeida, José Reinaldo Tavares (PSDB), Edison Lobão (MDB), Eliziane Gama (PPS), Iêgo Bruno (PCB), Preta Lu, Saulo Arganceli (PSTU), Samuel Campelo (PRTB), Sarney Filho (PV), Saulo Pinho (PSOL), e Weverton Rocha (PDT). Pela coligação do governador Flávio Dino (PCdoB), que busca a reeleição, concorrem os candidatos a senador os deputados federais Weverton Rocha e Eliziane Gama. Já  pela coligação liderada pelo candidato a governador Roberto Rocha (PSDB), disputam uma cadeira no Senado o deputado estadual Alexandre Almeida e o deputado federal e ex-governador do Estado, José Reinaldo Tavares. A coligação liderada pela ex-governadora Roseana Sarney (MDB),  que tenta voltar ao comando do Estado pela quinta vez, tem como candidatos o irmão deputadoi federal Sarney Filho e o senador Edison Lobão, que tentará se reeleger. Para governador, os eleitores terão como opção para votar: Flavio Dino (PCdoB), Roseana Sarney (MDB), Roberto Rocha (PSDB),  Ramon Zapata (PSTU), Maura Jorge (PSL) e Ovídio Neto (PSOL).

Continuar lendo Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018

Correndo perigo! Entenda como o PT deve conseguir isolar Ciro Gomes na última hora

Se as eleições de 2018 fossem uma partida de futebol, a decisão anunciada pelo PT na tarde de quarta-feira seria aquilo que os comentaristas chamam de "gol espírita": de última hora, a Executiva Nacional da sigla decidiu aumentar a contrapartida de apoio eleitoral ao PSB nos Estados. Como consequência, é provável que os socialistas escolham a neutralidade na disputa presidencial, neste fim de semana. Deixarão, portanto, de apoiar o candidato Ciro Gomes (PDT), visto pela cúpula do PT como possível rival da legenda na disputa pela hegemonia da esquerda - conforme análise publicada pela Reuters/BBC Se confirmado, trata-se de uma má notícia para o político cearense. Nas eleições deste ano, o PSB terá acesso a R$ 118,7 milhões do Fundo Eleitoral, montante que poderá ser usado para financiar campanhas. Em 2014, a sigla elegeu a sexta maior bancada na Câmara dos Deputados, com 34 representantes – este número será usado para calcular a fatia de cada partido no horário eleitoral. Para efeito de comparação, o PDT de Ciro terá acesso a R$ 61 milhões do Fundo, e o tempo de TV e rádio dos trabalhistas corresponde a 19 deputados federais. Se não fechar nenhuma coligação até o dia 15 de agosto, o pedetista acabará com pouco mais de 30 segundos no horário eleitoral da TV e do rádio.

Continuar lendo Correndo perigo! Entenda como o PT deve conseguir isolar Ciro Gomes na última hora

Condenado não será candidato, deixa claro o presidente do TSE, Luiz Fux, para tristeza dos petistas

Mesmo sem citar Lula, o presidente do TSE, Luiz Fux deixou claro na manhã desta terça-feira que condenados em segunda instância são inelegíveis. Durante um evento em uma escola em Salvador, o ministro disse que “um político enquadrado na Lei da Ficha Limpa não pode forçar uma situação, se registrando, para se tornar um candidato sub judice”, basicamente a estratégia do PT.  “No nosso modo de ver, o candidato condenado em segunda instância já é inelegível. É um candidato cuja situação jurídica já está definida. Não pode concorrer um candidato que não pode ser eleito”. Fux deixa a presidência da Corte no próximo dia 14, dando lugar para a ministra Rosa Weber.  Por sua vez, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao Supremo Tribunal Federal a recomendação de que seja rejeitada o recurso da defesa de Lula para o petista seja solto.

Continuar lendo Condenado não será candidato, deixa claro o presidente do TSE, Luiz Fux, para tristeza dos petistas

“Me ofereceram R$ 60 mil por uma noite”, diz a drag maranhensePabllo Vittar

A drag também fez revelações sobre adolescência, dificuldade em conseguir emprego e vida amorosa A cantora Pabllo Vittar - que é maranhense de Santa Inês - fez revelações durante uma entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro. Ela falou sobre a questão de gênero. “Ser afeminado é revolucionário! Eu amo ter nascido menino gay! Noooossa… Adoro ser veado, drag queen! Nunca quis ser mulher. Poder me transformar é maravilhoso!”, afirmou. Sem a maquiagem e os looks poderosos, Vittar é Phabullo Rodrigues da Silva Araujo. Um jovem que já levou prato de sopa na cabeça na fila da merenda e, mais tarde, perdeu oportunidades profissionais por causa do preconceito. Vittar relembrou a dificuldade em conseguir trabalho por conta de sua aparência. “Nunca consegui emprego em loja de shopping, por exemplo. Trabalhei como cabeleireiro e no telemarketing das empresas, em que eu só usava a voz, ninguém precisava me ver”, disse. Um dos trechos mais polêmicos da conversa foi sobre um convite para se prostituir. Pabllo admitiu ter recebido “propostas indecentes”. “Um cara estava disposto a pagar R$ 60 mil por uma noite comigo. Não aceitei. Respeito muito a minha drag e tudo o que eu conquistei por meio dela”, relatou.

Continuar lendo “Me ofereceram R$ 60 mil por uma noite”, diz a drag maranhensePabllo Vittar

Barulho nas estradas acordaTemer. Ele convoca reunião para discutir alta no preço dos combustíveis

O presidente Michel Temer (MDB) convocou para esta segunda-feira (21) uma reunião de emergência no Palácio do Planalto para discutir a alta dos preços dos combustíveis. A reunião, que estava marcada para as 18h, ocorre no momento em que o governo se vê desgastado politicamente pela paralisação por tempo indeterminado deflagrada hoje por caminhoneiros que bloqueiam rodoviais em dezoito estados do país.Foram chamados para participar da conversa com Temer os ministros de Minas e Energia, Moreira Franco, da Fazenda, Eduardo Guardia, da Casa Civil, Eliseu Padilha, e do Planejamento, Esteves Colnago, além do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Pela manhã, os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciaram a criação, na próxima quarta-feira (23), de uma comissão-geral no Congresso, que acompanhará os desdobramentos da política de reajuste de preços de combustíveis no país. Nesta manhã, Guardia afirmou que o governo examina a redução de tributos incidentes sobre os combustíveis, mas ressaltou que não tem ainda nenhuma decisão sobre o assunto e que, neste momento, não há “flexibilidade fiscal”. Diante do desgaste político provocado pela paralisação de caminhoneiros em 18 estados, presidente se reúne com quatro ministros no Planalto O anúncio da paralisação dos caminhoneiros foi feito na última sexta-feira (18), em nota distribuída pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam), após o fracasso nas negociações com o governo federal.

Continuar lendo Barulho nas estradas acordaTemer. Ele convoca reunião para discutir alta no preço dos combustíveis

Roberto Rocha fala de emenda parlamentar que viabilizou estudo sobre o Rio Itapecuru

As águas do Rio Itapecuru pedem socorro. É o que diz um recente diagnóstico ambiental e sedimentológico apresentado esta semana ao senador Roberto Rocha (PSDB-MA). De acordo com a gerência de Meio Ambiente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o rio apresenta seríssimos problemas ao longo dos seus 1.450 km de extensão, com pontos avançados de assoreamento e grandes retenções de sedimentos, começando desde a sua nascente, no Sul do Estado, cortando território de 55 municípios, até desaguar na Baía de São José, em São Luís. Este minucioso e inédito estudo foi viabilizado exclusivamente por meio de emenda parlamentar de 2016, proposta pelo senador Roberto Rocha, no valor de R$ 2,2 milhões. Segundo a Codevasf, até hoje não há registros de recursos dessa natureza viabilizados por meio de ações de um parlamentar. “O que ouvimos dos especialistas aqui é de que os rios do Maranhão estão se acabando. A minha intenção em continuar alocando recursos para estudos e pesquisas no Itapecuru e demais bacias é chamar a atenção da classe política e conscientizar a população da necessidade de salvar os nossos rios, sob pena de secarem daqui a alguns anos. Sem água, não há vida”, destacou.

Continuar lendo Roberto Rocha fala de emenda parlamentar que viabilizou estudo sobre o Rio Itapecuru
EUA aprovam primeiro medicamento desenvolvido para prevenir enxaquecas crônicas
This May 10, 2018, image provided by Amgen Inc. shows an artist's rendering of the packaging for the drug Aimovig, the first in a new class of long-acting drugs designed to prevent chronic migraines. On Thursday, May 17, 2018, the Food and Drug Administration approved the medication, clearing the monthly shot for sale. (Amgen Inc. via AP)

EUA aprovam primeiro medicamento desenvolvido para prevenir enxaquecas crônicas

TRENTON, EUA - O primeiro medicamento criado para prevenir enxaquecas crônicas foi aprovado pela Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) na quinta-feira, 17, dando início ao que muitos especialistas acreditam que seja uma nova era no tratamento de pessoas que sofrem da forma mais severa de dor de cabeça. O Aimovig bloqueia a ação do fragmento de uma proteína, a CGRP, que instiga e perpetua as dores de cabeça. “Os remédios terão um grande impacto”, afirmou o dr. Amaal Starling, neurologista e especialista em enxaquecas na Mayo Clinic, em Phoenix. Um estudo mostrou que os pacientes que receberam Aimovig perceberam uma redução no número de dias que sofriam de enxaqueca de oito para quatro vezes ao mês. Além disso, eles apresentaram efeitos colaterais semelhantes, a maioria resfriados ou infecções respiratórias. Alguns pacientes chegaram inclusive a se livrar por completo da dor de cabeça, disse Sean Harper, diretor de pesquisa da Amgen. O Aimovig bloqueia a ação do fragmento de uma proteína, a CGRP, que instiga e perpetua as dores de cabeça. “Os remédios terão um grande impacto”, afirmou o dr. Amaal Starling, neurologista e especialista em enxaquecas na Mayo Clinic, em Phoenix. As novas drogas não são capazes de prevenir todas as crises de enxaqueca, mas podem torná-las menos severas e reduzir a sua frequência em 50% ou mais, de acordo com os especialistas.

Continuar lendo EUA aprovam primeiro medicamento desenvolvido para prevenir enxaquecas crônicas