5.415 presos de cinco estados são beneficiados em mutirão do CNJ
Presos ganham benefícios após mutirões do CNJ

5.415 presos de cinco estados são beneficiados em mutirão do CNJ

Exatos 5.415 detentos do Rio Grande do Norte, Piauí, Ceará, Amazonas e Alagoas receberam benefícios como progressão do regime de cumprimento de pena e até liberdade, após a realização de um mutirão carcerário nesses estados em 2013, sob o patrocínio do Conselho Nacional de Justiça. De acordo com o CNJ, que divulgou o balanço na quinta-feira (26), esses 5.415 processos com possiblidade de benefício correspondem a 16% do total de 33.701 processos de detentos analisados durante o mutirão neste ano, nos cinco estados. Além de análise dos processos, o CNJ também avaliou presídios nesses estados e encontrou problemas como celas superlotadas, altos índices de presos provisórios (que ainda não foram julgados), violência entre presos, atendimento médico deficiente e irregularidades na atenção a detentos portadores de transtornos mentais.

Continuar lendo 5.415 presos de cinco estados são beneficiados em mutirão do CNJ
Pitaco de Roberto Rocha para a melhoria da segurança pública
Resumo das teses de Roberto Rocha para melhorar a segurança pública no país

Pitaco de Roberto Rocha para a melhoria da segurança pública

Dos três mais sérios problemas sociais do Brasil, o que tem maior grau de descuramento ainda é, sem dúvida, a segurança pública. Apesar dos inúmeros problemas, e do muito que ainda precisa ser feito, não podemos desconhecer que a educação e a saúde avançaram bastante nos últimos anos. E por que? O Brasil teve a capacidade de chamar os municípios para ajudar na execução dessas importantes políticas públicas. Ao municipalizar ações de educação e saúde, foram criados os fundos para garantir as dotações orçamentárias. E a segurança pública? Esta não foi devidamente priorizada. Fala-se muito em aumentar os salários dos policiais por legislação federal, sem garantir os recursos para os estados. Toda ação de governo pressupõe uma dotação orçamentária. Daí a necessidade de criar um fundo para financiar a segurança pública, nos moldes que foi feito para educação e saúde. Contudo, entendo que o gargalo está no sistema prisional, que, diferentemente da educação e saúde, é gerido pelo executivo e pelo judiciário. E não existem juízes municipais. Portanto, para municipalizar ações de segurança pública, que para mim é o caminho, precisamos fazer um amplo e responsável debate, para ao final mudar nosso ordenamento jurídico.

Continuar lendo Pitaco de Roberto Rocha para a melhoria da segurança pública
Como no filme: cardume de piranhas fere 70 banhistas no Rio Paraná
Piranhas... Elas sempre provocam frio na espinha... da gente.

Como no filme: cardume de piranhas fere 70 banhistas no Rio Paraná

Em torno de setenta pessoas ficaram feridas durante um ataque de um cardume de piranhas que aconteceu em um rio argentino, na última quarta-feira. Entre as vítimas estavam 7 crianças que tiveram parte dos seus dedos comidos pelos peixes carnívoros. De acordo com funcionários, milhares de banhistas foram se refrescar das altas temperaturas no Rio Paraná, na cidade de Rosario, quando algumas pessoas de repente começaram a ser mordidas em suas mãos e pés. O ataque foi atribuído a 'palometas', um tipo de piranha com dentes grandes e afiados. Apesar do ataque assustador vários banhistas voltaram às águas naquela mesma tarde. (Zoomin.TV)

Continuar lendo Como no filme: cardume de piranhas fere 70 banhistas no Rio Paraná
Roseana diz em nota que tem R$ 131milhões  para o sistema penitenciário
Roseana diz que tem o dinheiro para reaparelhar o sistema presidiário do Estado. Só falta usar...

Roseana diz em nota que tem R$ 131milhões para o sistema penitenciário

O Governo do Maranhão esclarece que o Programa Viva Maranhão tem recursos no valor de R$ 131 milhões para investimento na construção e reaparelhamento do Sistema Penitenciário nas 32 unidades prisionais do estado. Com esse valor, as unidades receberão armamentos, portais detectores de metal, esteiras de Raio-X, estações de rádio, coletes, algemas e veículos. O sistema prisional terá o reforço de 7 (sete) novos presídios nos municípios de Pinheiro, Brejo, Santa Inês, Timon, São Luís, Riachão e Coroatá. Outros dois presídios, com recursos do DEPEN-MJ, nos municípios de Imperatriz e São Luís Gonzaga, estão com aproximadamente 80% dos serviços concluídos. Em Balsas, Pedreiras, Açailândia, Coroatá e Codó, as unidades prisionais tiveram recursos do Tesouro Estadual destinados para a reforma e ampliação. Nessas unidades, os processos estão em fase de expedição de documentação fundiária e de licença ambiental para a realização de processo licitatório. O Centro de Detenção de Pedrinhas (Cadet) tem 80% da obra já concluída.

Continuar lendo Roseana diz em nota que tem R$ 131milhões para o sistema penitenciário
Radialista Roberto Fernandes renuncia à presidência do Moto Clube
Roberto Feranandes não suportou os encargos e deixa a presidência do Moto Clube

Radialista Roberto Fernandes renuncia à presidência do Moto Clube

As especulações dos últimos dias sobre a saída de Roberto Fernandes se confirmaram na manhã desta sexta-feira. O dirigente confirmou que não irá continuar no cargo de presidente do Moto, mas que seguirá ajudando a equipe. O mandato dele termina no dia 31 deste mês. "Para acabar com todas essas especulações eu achei melhor deixar o cargo de presidente por falta de recursos. Sem dinheiro não tem como continuar na presidência. Deixo o cargo, mas vou continuar ajudando o clube na medida do possível. Agora, sobre os problemas financeiros, nós não vamos deixar nenhuma dívida da minha administração. O único débito é com a Federação Maranhense, mas esse é de administrações anteriores. Sair do Moto foi a decisão mais difícil da minha vida, mais difícil até do que aquela para assumir a presidência do clube", explicou Roberto Fernandes.

Continuar lendo Radialista Roberto Fernandes renuncia à presidência do Moto Clube
Crise carcerária: Roseana Sarney ganha mais 15 dias para se explicar com o MPF
Roseana Sarney ganha mais tempo para responder ao MPF sobre crise no sistema carcerário do Maranhão (foto: blog do Josias de Souza)

Crise carcerária: Roseana Sarney ganha mais 15 dias para se explicar com o MPF

A Procuradoria-Geral da República deu mais15 dias de prazo para que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, preste informações sobre a situação do sistema prisional do Estado. A decisão foi tomada por Eugênio José Guilherme de Aragão, que ocupa interinamente a chefia do Ministério Público Federal. Na semana passada, o titular do posto, Rodrigo Janot, dera um prazo mais curto a Roseana: três dias. Mas a governadora pediu mais tempo. Há duas Roseanas na praça. Com mais prazo, será possível verificar qual delas deve ser tomada a sério. Reunida em 24 de outubro com representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a governadora queixara-se da escassez de verbas para as cadeias. Dizia dispor de R$ 53 milhões, que usaria para levantar 11 novos presídios. Hoje, ela acena com investimentos de R$ 131 milhões em obras e equipamentos. Entre uma Roseana e outra há o agravamento da crise nas prisões maranhenses e a ameaça do procurador-geral Janot de requerer ao STF a decretação de intervenção federal no Maranhão. (Josias de Souza)

Continuar lendo Crise carcerária: Roseana Sarney ganha mais 15 dias para se explicar com o MPF
Sarney festeja fato de violência no Maranhão estar no presídio e não na rua
Senador José Sarney: de cabeça para baixo, ao analisar a criminalidaade no Maranhão (foto; blog do Josias)

Sarney festeja fato de violência no Maranhão estar no presídio e não na rua

Nos últimos 12 meses, foram executados nos cárceres do Maranhão 59 presos. Desde outubro, por decisão da governadora Roseana Sarney, o sistema prisional maranhense encontra-se em “estado de emergência”. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, cobra explicações e ameaça requerer ao STF uma intervenção federal. Em meio a esse cenário caótico, o senador José Sarney encontrou algo para celebrar. “Aqui no Maranhão, nós conseguimos que a violência não saísse dos presídios para a rua”, disse o pai da governadora. “Por exemplo: o Espírito Santo não teve Carnaval no ano passado, porque as rebeliões nos presídios… eles [os presos rebelados] determinaram que não poderia ter Carnaval. E não se fez, porque tocaram fogo em ônibus, tocaram fogo na cidade, quabraram tudo. E nós temos conseguido que aqui essa coisa não extrapole para a própria sociedade.” Pronunciadas numa entrevista à Rádio Mirante AM, uma das emissoras que compõem o império estadual de comunicação da família, as declarações de Sarney ajudam a entender por que as cadeias brasileiras abandonaram o ideal da ressocialização para virar centros de violação dos direitos humanos. O que o senador disse, com outras palavras, foi o seguinte: a carnificina nas cadeias é um mal menor, desde que não perturbe “a própria sociedade”. É como se na cabeça de políticos como Sarney os presos não fizessem parte da sociedade.

Continuar lendo Sarney festeja fato de violência no Maranhão estar no presídio e não na rua
Descaso! Roseana devolve 22 milhões enviados pelo governo federal para construir presídios
Com o caldeirão do diabo explodindo, Roseana Sarney se dá ao luxo de não aplicar dinheiro do governo federal no setor.

Descaso! Roseana devolve 22 milhões enviados pelo governo federal para construir presídios

Há meses, o sistema prisional do Maranhão está em estado de emergência. Mesmo assim, o governo Roseana Sarney deixa de aplicar 22 milhões enviados pelo governo federal no setor e devolve os recursos para Brasília. Deu no Jornal da Globo (Veja a reportagem) O Brasil tem 550 mil presos para 310 mil vagas. Faltam 240 mil. Em 2011, o Governo Federal mandou para o Maranhão, R$ 22 milhões. Dinheiro para ser usado nos presídios. O estado não usou nada e o dinheiro voltou para o Tesouro. Em nota, o governo do Maranhão informou que tem mais de R$ 130 milhões para investir no sistema penitenciário do estado, mas não esclareceu por que o Maranhão não usou os R$ 22 milhões que foram devolvidos ao Governo Federal. Pressionado pela grave crise do sistema prisional no Maranhão, o governo quer apressar a construção de presídios no país através de medida provisória. A polícia ainda procura dois fugitivos de uma unidade prisional em São Luis. Eles trabalhavam como faxineiros e pularam o muro de três metros de altura. Também durante a madrugada, outros dez presos tentaram fugir do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, o maior do estado. A polícia evitou a fuga. VEJA A REPORTAGEM DO JORNAL DA GLOBO------>>>>

Continuar lendo Descaso! Roseana devolve 22 milhões enviados pelo governo federal para construir presídios
Em Coêlho Neto-MA, crime bárbaro: homossexual é morto a pedradas
A forma como foi encontrado o corpo do homossexual

Em Coêlho Neto-MA, crime bárbaro: homossexual é morto a pedradas

BLOG DO CARLOS MACHADO (Coêlho Neto-MA) Ontem, 25.12, a equipe do SAMU recebeu uma ligação anônima informando sobre a existência de um corpo em uma residência da Rua Mal. Castelo Branco no Centro de Coelho Neto. O corpo era do homossexual Aldair José Soares, 35 anos, conhecido como Luana. Segundo informações a vítima foi vista, pela última vez, às 9 da noite em frente da casa em que morava. Não havia sinais de arrombamento, pois a chave estava do lado de dentro e a porta encontrava-se aberta. Vários preservativos foram encontrados no local. Para os policiais que investigam o caso existe a suspeita de que a vítima tenha sido assassinada por pedradas ou pauladas, provavelmente, por volta da meia noite do dia 24, pois o corpo já estava frio, enrijecido e o sangue coagulado. Foi encontrada despida e de bruços. Ainda não há pistas do assassino ou, prováveis, assassinos.

Continuar lendo Em Coêlho Neto-MA, crime bárbaro: homossexual é morto a pedradas