Blog do Machado

contato@blogdomachado.com.br

09 de abril de 2017 - 11:54:40

Sem comentários

Compartilhe:

    Emprego dos sonhos: ganhe R$ 53 mil para passar 2 meses na cama em teste científico

    França emprego espacial

    Você gosta da ideia de passar o dia na cama? Há um trabalho no qual você pode, literalmente, dormir para ganhar dinheiro. Mais precisamente 16 mil euros (R$ 53 mil).

    Cientistas espaciais franceses estão à procura de 24 homens para passarem 60 dias deitados em uma cama.
    É preciso, contudo, ter de 20 a 45 anos, estar em perfeita saúde, não fumar, praticar atividade física regularmente e não ter nenhum tipo de alergia ou restrição alimentar. Exige-se ainda índice de massa corporal – a medida internacional para calcular se uma pessoa está no peso ideal – entre 22 e 27

    De acordo com o site que anuncia o recrutamento, o trabalho faz parte de um estudo para medir os efeitos da microgravidade – ou a ausência de peso – sobre o corpo e avaliar efeitos de antioxidantes e anti-inflamatórios de um suplemento alimentar nessas condições,

    “A ideia desse estudo é reproduzir a ausência de peso da Estação Espacial Internacional”, afirma Arnaud Beck, que coordena o experimento.

    O estudo vai durar, ao todo, 88 dias e será realizado na Clínica de Medicina e Fisiologia Espacial (Medes) em Toulouse.

    “Durante as duas primeiras semanas, nossos cientistas farão toda uma série de testes e medidas sobre os voluntários. Isto será seguido por um período de 60 dias durante o qual eles devem permanecer na cama, a cabeça ligeiramente inclinada para baixo em menos de seis graus”, explicou o cientista ao periódico francês 20 Minutes.

    Beck garante que o “trabalho” é mais difícil do que pode parecer.

    Leia mais...

    09 de abril de 2017 - 11:10:13

    Sem comentários

    Compartilhe:

      Emprego: inscrições de concursos para 1.182 vagas, a partir desta segunda-feira

      Concurso público imagem 1

      Salários chegam a R$ 4.632,61. Somente no Tribunal de Justiça de São Paulo são 590 vagas.

      Nesta segunda-feira, começam as inscrições para 1.182 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior.Os salários chegam a R$ 4.632,61 na Câmara Municipal de Guarapuava (PR). Somente no Tribunal de Justiça de São Paulo são 590 vagas.

      Nos concursos para formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

      A Câmara Municipal de Guarapuava (PR) vai abrir concurso público para 9 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações chegam a R$ 4.632,61. A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) vai abrir as inscrições de dois processos seletivos para um total de 17 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1.322,53 a R$ 3.464,43. A Prefeitura de Demerval Lobão (PI) divulgou edital de concurso público para 39 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível superior. O salário é de R$ 1.724,10.

      Já a Prefeitura de Porto Estrela (MT) fará processo seletivo para 17 vagas em cargos de nível médio. O salário é de R$ 1.014. Também a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará anunciou processo seletivo para 490 vagas de agente prisional (nível médio). O salário é de R$ 2.304.

      Por sua vez, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) divulgou edital de concurso público para 590 vagas de escrevente técnico judiciário. O salário é de R$ 4.473,16. A Universidade de Pernambuco (UPE) vai abrir processo seletivo para 20 vagas de técnico de laboratório (nível médio). O salário é de R$ 937. A Câmara Municipal de Guarapuava (PR) vai abrir concurso público para 9 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações chegam a R$ 4.632,61.

      CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS E OPORTUNIDADES;;;

      Leia mais...

      09 de abril de 2017 - 00:20:48

      Sem comentários

      Compartilhe:

        Acabou a farra dos fofoqueiros no Facebook! Lançado sistema para detectar notícias falsas

        Faceboo

        Empresa estreia formato de notificações e identificação para frear a divulgação de boatos

        “Queremos que a informação compartilhada no Facebookseja verdadeira, séria”, afirma Adam Mosseri, vice-presidente do news feed, o alimentador de notícias do serviço, que todos os usuários veem assim que entram em sua página da rede social mais grande do mundo. O Facebook anunciou que poria a partir desta sexta-feira um filtro para detectar boatos inverídicos, notícias falsas e propaganda, de modo a alertar o usuário sobre a pouca veracidade do conteúdo visto e frear sua divulgação. No início estará disponível em 14 países, entre os quais o Brasil.

        Ele considera que o impacto será grande: “Será visto por milhões de usuários”. O Facebook tem mais de 1,7 bilhão de perfis ativos no mundo. A Alemanha foi o primeiro país em que esse novo sistema foi integrado experimentalmente.
        Em Menlo Park, sede da empresa, há uma obsessão para que façam exatamente o contrário do que se espera no Facebook. “Nossa natureza é compartilhar. Nesses casos pedimos que não se faça isso, que se breque a divulgação”, afirma Mosseri.

        Leia mais...

        08 de abril de 2017 - 23:04:12

        Sem comentários

        Compartilhe:

          Câmara decide: prefeitura terá que regulamentar serviços oferecidos por aplicativos tipo Uber

          UBER X TAXI

          Serviços sofrem pressão com novo projeto de lei aprovado na Câmara, que impõe novas regras ao serviço, e também com batalha judicial de seus motoristas

          O funcionamento de aplicativos que oferecem serviços de transporte privado, como é o caso do Uber, Cabify e 99POP, foi colocado em xeque nesta semana no Brasil. Na noite de terça-feira, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que estabelece que caberá às prefeituras regulamentar esse tipo de serviço. Os deputados conseguiram, ainda, aprovar dois destaques com novas exigências, que podem até inviabilizar o serviço dessas plataformas, segundo as empresas. O texto segue agora para análise do Senado. Caso passe na Casa, o projeto ainda terá que ser sancionado pelo presidente Michel Temer.

          As modificações se concentraram em pontos importantes. Uma das emendas aprovadas na Câmara retirou do projeto original o trecho do texto que descrevia o serviço de transporte como “atividade de natureza privada”, permitindo a interpretação que, caso vire lei, o serviço passará a ser de natureza pública, sendo passível de mais controle do poder público. “Se a intenção é que as prefeituras regulem esse serviço, nós não podemos concordar que se coloque no texto que é uma atividade de natureza privada”, defendeu o deputado Carlos Zarattini (PT), segundo a Agência Câmara.
          Em outra mudança aprovada no texto, os deputados incluíram novas exigências: impuseram uma idade máxima para os veículos, a necessidade de autorização específica emitida pelo poder público municipal e até placa de aluguel vermelha como a dos táxis. Hoje, os motoristas não precisam atender a nenhuma dessas exigências. O interessado apenas cadastra-se na plataforma para ser um “parceiro” do Uber ou de outros aplicativos para oferecer o serviço. O motorista pode atualmente usar o próprio carro para fazer corridas com passageiros ou transporte de comida sem a necessidade de nenhuma identificação no automóvel.

          Além de ser responsável pela regulamentação do serviço e a emissão de Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), os municípios também ficarão a cargo da fiscalização e da cobrança dos tributos. Para dirigir um Uber é necessária ainda a contratação de seguro de acidentes pessoais de passageiros e do DPVAT para o veículo. Pelo texto, o motorista também terá que se inscrever no INSS como contribuinte individual.

          Em nota, a plataforma Uber afirmou que o projeto propõe uma “lei retrógrada que não regula a Uber no Brasil, mas tenta transformá-la em táxi, proibindo entāo este modelo de mobilidade”. A aprovação do projeto, no entanto, foi comemorada pelos taxistas, que alegam que o aplicativo é ilegal. A categoria está em pé de guerra com a Uber desde que a empresa chegou ao Brasil há três anos, aplicando preços de corridas bem mais competitivos.

          Leia mais...

          08 de abril de 2017 - 22:19:27

          Sem comentários

          Compartilhe:

            Governo divulga que já entregou em dois anos 577 viaturas a 77 municípios maranhenses

            Viaturas da PM

            Além de superar a marca de 12 mil policiais militares e civis pela primeira vez na história, o Maranhão também tem investido em equipamentos para o combate ao crime. É o que divulga o site do Governo do Maranhão

            Em pouco mais de dois anos, o governador Flávio Dino já entregou 577 viaturas à Polícia Militar, entre carros e motocicletas. Entre os anos de 2015 e 2017, 75 municípios foram beneficiados com veículos de quatro rodas e motos, o que permite mais agilidade no combate à criminalidade em localidades de difícil acesso.

            “Estamos alcançando o nosso objetivo de até o final do nosso governo atender a todos os municípios maranhenses. Com essas viaturas todas as regiões do estado estão sendo atendidas, de norte a sul do Maranhão”, diz Flávio Dino.

            Como são as viaturas?

            Os novos veículos possuem sistema de transmissão e armazenamento de imagens, permitindo que o policial receba informações de suspeitos em qualquer lugar em que estiver. Também são equipados com sistema de rastreamento, tabletes para monitoramento das operações em tempo real, GPS e sistema de localização.Há ainda câmeras internas e externas, além de radiocomunicação compatível com o sistema digital da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). As novas viaturas utilizam um programa específico para a transmissão de dados, diminuindo as interferências de outros sinais.

            Leia mais...

            08 de abril de 2017 - 21:33:56

            Sem comentários

            Compartilhe:

              Exames com resultado normal são ‘desperdício’ para o SUS, diz ministro da Saúde

              Min da Saúde Ricardo barros

              O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou que “80% dos exames de imagem no SUS (Sistema Único de Saúde) têm resultado normal” e que isso representa “desperdícios que precisam ser controlados”.
              Barros participou na manhã deste sábado (8), em Cambridge (EUA). da Brazil Conference, evento sobre o Brasil organizado pela Universidade Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT). Em apresentação e posteriormente em entrevista à BBC Brasil, defendeu a necessidade de controlar a prescrição de exames.

              “Temos que ter controle da demanda que os médicos fazem destes exames e passar a avaliar como utilizam sua capacidade de demandar do SUS. Se o médico solicita muitos exames que dão resultado normal, ele não está agindo de forma correta com o sistema”, afirmou Barros à BBC.

              Segundo o ministro, exames de imagem (como tomografias e ultrassonografias) que não identificam problemas ou doenças sugerem que os médicos não estariam fazendo diagnósticos clínicos de forma correta.

              Questionado se os exames precisam revelar problemas para serem considerados necessários, Barros disse que não quer interferir na capacidade de tomada de decisões dos médicos.

              “Mas os medicos não podem pedir exame como forma de transferir sua responsabilidade de emitir diagnósticos”, afirmou.

              “Os exames só devem ser usados quando há necessidade, não como rotina para diminuir a responsabilidade que o médico tem de fazer um diagnóstico a partir dos elementos clínicos.”

              Leia mais...

              07 de abril de 2017 - 23:13:48

              Sem comentários

              Compartilhe:

                Mais armas com os cidadãos, menos criminalidade, afirma estudo de Havard

                Arma na mão

                Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, afirma que porte de arma reduz a criminalidade.

                Conforme o levantamento, quanto mais armas há entre os habitantes de um país, menores são os índices de criminalidade. Ou seja, existe uma relação direta entre a redução de crimes e o aumento da quantidade de cidadãos com porte.
                O estudo, publicado no Volume 30, Número 2 do Harvard Journal of Law & Public Policy, pretendeu responder à seguinte pergunta: “Banir armas de fogo reduziria os assassinatos e suicídios? Os pesquisadores chegaram à conclusão que não.

                As descobertas são de dois criminologistas – o professor Don Kates e o professor Gary Mauser. Em resumo eles dizem: “nações com rigorosas leis anti-armas geralmente têm taxas de homicídio substancialmente mais altas do que as que não têm. O estudo concluiu que as nove nações europeias com as menores taxas de posse de armas (5.000 ou menos armas por 100.000 habitantes) têm uma taxa combinada de homicídios três vezes maior do que a das nove nações com as maiores taxas de posse de armas (pelo menos 15.000 armas por 100.000 habitantes).

                Por exemplo, a Noruega tem a maior taxa de posse de armas na Europa Ocidental, mas possui a menor taxa de homicídios. Em contraste, a taxa de homicídio da Holanda é quase a pior, apesar de ter a menor taxa de detenção de armas na Europa Ocidental. Suécia e Dinamarca são mais dois exemplos de nações com altas taxas de homicídio, mas poucas armas.

                Veja 20 argumentos utilizados por essa linha de raciocínio…

                Leia mais...

                07 de abril de 2017 - 22:43:59

                Sem comentários

                Compartilhe:

                  Para melhor atuar no Sul do Maranhão, Roberto Rocha inaugura escritório em Imperatiz

                  Senador Roberto Rocha

                  Com a presença de lideranças políticas de todo o Maranhão, foi inaugurado na noite desta quinta-feira, 06, o escritório de representação política do senador Roberto Rocha (PSB), na cidade de Imperatriz -MA. A iniciativa visa atender as demandas da população tocantina e ampliar o trabalho do seu gabinete com todos os municípios que fazem parte da região Sul do Maranhão

                  O evento, aberto ao público, foi prestigiado por amigos, familiares, empresários, entidades, lideranças comunitárias e políticas, com destaque para a deputada Graça Paz, o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos e inúmeros prefeitos da região do sul do Maranhão e de todo o estado.

                  Ao se pronunciar, Roberto Rocha falou da inclusão do Maranhão no Fundo Constitucional de Financiamento do Norte – FNO, aprovada nesta quarta-feira, 04, pela câmara de deputados, uma importante conquista para o estado que agora tem dois diferentes fundos regionais atuando em sua parte ocidental, com mais linhas de financiamento para os setor produtivo.

                  Leia mais...

                  07 de abril de 2017 - 16:01:24

                  Sem comentários

                  Compartilhe:

                    Guerra na Síria: entenda a escalada do conflito, até que os Estados Unidos resolveram disparar mísseis…

                    Síria criança intoxicada sarin

                    A guerra na Síria, que começou como um levante pacífico contra o presidente Bashar al-Assad, se converteu em um conflito brutal e sangrento que não apenas afeta a população local, mas arrasta potências regionais e internacionais. A ONU estima que a guerra tenha deixado cerca de 400 mil mortos e provocado um êxodo de mais de 4,5 milhões de pessoas do país – o maior da história recente.

                    Na madrugada desta sexta-feira (horário sírio), a guerra ganhou novos contornos. Os Estados Unidos lançaram 59 mísseis contra uma base militar na Síria, em retaliação ao suposto ataque químico, atribuído ao governo de Bashar al-Assad, que matou ao menos 80 pessoas, entre elas 27 crianças na última terça-feira. O bombardeio foi ordenado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que até então citava Assad como um aliado na guerra contra o terror.

                    Os mísseis Tomahawk foram disparados de dois navios de guerra americanos estacionados no mar Mediterrâneo.

                    Em pronunciamento, o presidente Trump classificou o ocorrido como uma “afronta à humanidade”, acrescentando: “Quando você mata crianças inocentes, bebês inocentes, bebês pequenos (…) isso passa dos limites”.

                    Questionado pelo jornal The New York Times sobre o papel da Rússia, aliada de Assad, no caso, Trump afirmou que é “muito decepcionante”. “Nós temos a informação de que isso (o ataque) foi feito apenas pela Síria. Mas qualquer um alinhado com a Síria… é decepcionante.”

                    O governo sírio nega ter usado armas químicas no conflito. A Rússia, por sua vez, diz que um ataque aéreo teria atingido um depósito no qual rebeldes armazenavam tais substâncias.

                    Confira a seguir o que se sabe sobre a tragédia e entenda como a grave situação no país chegou até esse ponto:

                    Leia mais...

                    07 de abril de 2017 - 14:17:30

                    Sem comentários

                    Compartilhe:

                      Falando fino! Por conta do Congresso, Temer recua de novo na reforma da Previdência

                      Idade mínima para se aposentar segue 65 anos, mas Planalto autoriza negociação sobre cinco pontos. Estimativa de jornal mostra que Governo não tem votos

                      Uma rebelião promovida pelo senador neo-opositor Renan Calheiros (PMDB-AL) e uma enquete na Câmara dos Deputados feita pelo jornal O Estado de São Paulo que mostra que o Governo não teria votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência foram os ingredientes para mais um recuo da gestão Michel Temer(PMDB). Nesta quinta-feira ele afirmou que autorizou alterações em cinco pontos da proposta que é considerado uma das prioridades de seu mandato.

                      O relator do projeto na Câmara dos Deputados, Arthur Maia (PPS-BA), reuniu-se com o presidente e recebeu a orientação de alterar os pontos que envolvem as regras de transição, os trabalhadores rurais, as pensões e aposentadorias especiais, além dos benefícios que tratam de prestação continuada (BPC), garantia de um salário mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou à pessoa com deficiência. Nesse primeiro momento, a proposta de idade mínima para aposentadoria permanece a mesma, de 65 anos, tanto para homens quanto para mulheres.

                      Leia mais...

                      
                      
                      ©2012 José Machado - Web Design MP Marketing e Promoção