Blog do Machado

contato@blogdomachado.com.br

12 de abril de 2017 - 10:38:06

Sem comentários

Compartilhe:

    Podridão! Toda a cúpula política do Brasil sob a mira da Justiça

    Ministro Luiz Edson Fachin

    Lista de Fachin, relator da Lava Jato no STF, atinge oito ministros e quase todas as esferas de poder. Ministro encaminha a outras instâncias judiciais pedidos de investigação contra FHC, Lula e Dilma

    Nos últimos dias, Brasília vivia um clima de ansiedade elevado à enésima potência diante da iminente quebra de sigilo das informações provenientes das 78 delações de executivos e ex- executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato. A tensão ficou clara nesta terça-feira quando as primeiras notícias surgiram citando nomes dos envolvidos e, antes mesmo de uma confirmação oficial por meio do Supremo Tribunal Federal. O jornal O Estado de S. Paulo antecipou no meio da tarde a informação de que o STF havia solicitado 83 inquéritos. Horas depois, o Supremo divulgou a temida lista de Fachin, que colocou sob a mira da Justiça toda a cúpula política brasileira: oito ministros do Governo Michel Temer, quatro ex-presidentes da República, e 71 parlamentares, entre deputados e senadores.

    Diante de tamanha hecatombe, o Congresso não teve outra alternativa, senão interromper os trabalhos. Com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício de Oliveira (PMDB), entre os citados pelo Supremo, a sessão em que seria votada a renegociação de dívida dos Estados foi encerrada sem a análise da proposta. O mesmo ocorreu no Senado Federal. Ao todo, 29 senadores e 42 deputados federais foram citados pelos delatores.

    A pluripartidária lista de investigados no STF atinge ao menos 108 políticos e pessoas ligadas a eles, incluindo um ministro do Tribunal de Contas da União. Há ainda 201 petições que não tramitam no Supremo, mas em outras instâncias, como o Superior Tribunal de Justiça, Tribunais de Justiça dos Estados ou varas federais. Entre eles, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (ambos do PT), além de prefeitos e governadores.

    Leia mais...

    12 de abril de 2017 - 10:20:29

    Sem comentários

    Compartilhe:

      Fachin manda investigar 8 ministros, 24 senadores, 39 deputados e 3 governadores. Inquéritos dirão quem é culpado ou inocente

      STF investigados

      Ministro do Supremo Tribunal Federal autorizou abertura de inquéritos solicitados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

      G1 Globo

      ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a Procuradoria-Geral da República (PGR) a investigar 8 ministros, 3 governadores, 24 senadores e 39 deputados federais que fazem parte da chamada “lista do Janot”.

      Entre os alvos dos novos inquéritos, estão os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os inquéritos servirão para apurar se há elementos para a PGR denunciar os investigados por eventuais crimes. Se o Supremo aceitar as eventuais denúncias, os acusados se tornam réus em ações penais.

      A revelação das investigações foi feita pelo site do jornal “O Estado de S. Paulo”, que, inicialmente, informou que havia 83 inquéritos abertos. Depois da divulgação das informações pelo jornal, o STF informou oficialmente que Fachin determinou a abertura de 76 inquéritos para investigar políticos e autoridades com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht.

      Veja seguir A LISTA DE FACHIN: veja quem será investigado e o que eles dizem

      Segundo o gabinete de Fachin, foram arquivados sete casos envolvendo autoridades, a pedido da PGR, por falta de indícios da ocorrência de crimes. A Procuradoria-Geral da República também pediu ao ministro que enviasse de volta aos investigadores três pedidos de investigação, para nova análise dos relatos. O próprio Fachin remeteu outros oito pedidos à PGR, para nova manifestação do órgão, responsável pela condução das investigações (veja mais abaixo).

      O ministro também decidiu enviar para instâncias inferiores da Justiça 201 pedidos de investigação de pessoas citadas sem o chamado “foro privilegiado” (prerrogativa de responder a processo somente no STF). Ainda existem outros 25 pedidos mantidos sob sigilo, por risco de, caso sejam revelados, atrapalhar as investigações.

      Leia mais...

      11 de abril de 2017 - 10:20:03

      Sem comentários

      Compartilhe:

        Astrônomos encontram planeta parecido com a Terra e que pode ser habitável

        Reprodução/Twitter
Com característica semelhantes à Terra e a Vênus, o planeta Kepler-1649 orbita estrela anã e pode ser habitável

        Novo planeta será candidato primário à busca por vida extraterrestre na próxima geração de missões espaciais; planeta é pouco maior que a Terra

        Astrônomos descobriram um planeta parecido com a Terra a 219 anos-luz de distância, o que pode significar um grande avanço na busca por vida extraterrestre. O novo planeta é um pouco maior que o nosso e orbita uma estrela de baixa temperatura que tem um quinto do diâmetro do nosso sol.

        Cientistas acreditam que esse planeta, que pode ser considerado um parente próximo de Vênus, será um candidato primário na busca por vida fora da Terra na próxima geração de missões espaciais.

        O novo planeta foi batizado Kepler-1649, porque foi encontrado por astrônomos usando o telescópio espacial Kepler, da Nasa. A órbita próxima à estrela faz com que a incidência solar seja 2.3 vezes maior do que em nosso planeta.

        Planetas em órbita próxima à estrela, como o Kepler-1649, teoricamente podem se encaixar na categoria habitável, na qual é possível viver. A descoberta possibilitará um novo olhar para a natureza de planetas orbitando estrelas anãs de categoria M, que são pequenas, de baixa temperatura e relativamente comuns em nosso universo.

        Leia mais...

        11 de abril de 2017 - 00:48:15

        Sem comentários

        Compartilhe:

          Marcelo Odebrecht confirma a Moro que Lula é o ‘amigo’ na ‘planilha da propina’

          O cerco se fecha....

          Empresário prestou depoimento nesta segunda-feira, em processo envolvendo o ex-ministro Antônio Palocci. Instituto Lula diz que ex-presidente não tem conhecimento com qualquer planilha.

          empresário Marcelo Odebrecht afirmou que o codinome “amigo” das planilhas da propina da empreiteira referia-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em depoimento prestado ao juiz federal Sérgio Moro, nesta segunda-feira (10).

          Foi o primeiro depoimento dele na Operação Lava Jato depois da assinatura do acordo de delação premiada. O empresário é testemunha no processo que investiga se o ex-ministro Antônio Palocci recebeu propina para favorecer a empreiteira.

          Odebrecht também disse no depoimento que “italiano” era Palocci e “pós-itália”, o ex-ministro Guido Mantega. O conteúdo dos interrogatórios, assim como as delações, está sob sigilo.

          A testemunha também citou uma doação ao Instituto Lula, em 2014, e a compra de um terreno que seria usado como sede do instituto. A obra acabou não realizada.

          O ex-presidente do Grupo Odebrecht afirmou também que Palocci intermediava pagamentos e assuntos de interesse da empresa com o PT.

          Leia mais...

          10 de abril de 2017 - 23:56:15

          Sem comentários

          Compartilhe:

            Mais um caso de polícia na Globo: Marcos expulso do Big Brother por bater em Emily

            Marcos, expulso do Big Brother por agredir Emily, sua namorada dentro do programa...

            Onda de machismo e machistas invade a Globo, que se vê obrigada a punir os protagonistas: o ator José Mayer, o ator e apresentador Otaviano Costa e o participante do Big Brother Brasil-17 Marcos, que, na vida real, é médico cirurgião plástico.

            Definitivamente, a poderosa Rede Globo vive um mau momento público. Primeiro foi o escândalo com o galã José Mayer, um de seus principais atores de telenovelas, acusado de assédio sexual por uma figurinista, caso que gerou uma onde de protesstos em todo o Brasil, levando a TV Globo a “suspendê-lo” por tempo indeterminado de seus projetos televisivos.

            Depois foi a vez de o apresentador Otaviano Costa ser punido pela direção da Globo após um comentário sobre as brigas que aconteceram no “BBB17″ na tarde de terça-feira (4). Ele já não apresentou o “Vídeo Show” de quarta-feira e Rafael Cortez foi quem o substituiu

            O “Vídeo Show” exibiu uma matéria que mostrava o momento em que Marcos se exaltou ao discutir com participantes da casa na manhã do dia anterior. O vídeo terminava com a fala de Vivian perguntando: “Precisa disso?”. Otaviano entrou em seguida e emendou: “Precisa sim…A gente gosta, ué… é bom agitar!”, disse, entre risos.
            E foi justamente por causa das brigas no BBB-17, a forma como Marcos trata Emilly dentro do jogo, que o “Big Brother Brasil 17″ virou caso de polícia. A diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Rio (Deam), Marcia Noeli Barreto, determinou o registro de ocorrência após ver as imagens de mais uma briga entre os dois e, principalmente, quando a jovem diz ter sido machucada pelo médico.

            Resultado: a Globo decidiu eliminar Marcos do programa, e deixar somente as três mulheres como finalistas: Emily, Yeda e Viviane. O apresentador do BBB-17, Tiago Leifert, visivelmente constrangido, foi obrigado a anunciar, há pouco, no início de mais uma sessão do reality show, que a direção do programa o havia eliminado, depois de receber a visita da Polícia, querendo prender o participante Marcos, que, na vida real, é cirurgião plástico.

            A decisão foi baseada nas regras do reality show, que proíbem agressão física, e nas investigações da Polícia Civil do Rio, que abriu inquérito para apurar se houve lesão corporal quando o médico de 37 anos discutiu com a estudante Emilly Araújo, de 20 anos, dentro da casa.
            Leifert disse que, com a abertura do inquérito, o programa falou com Emilly, pela segunda vez, no confessionário. Em uma primeira conversa, ela não havia denunciado nenhuma agressão física.
            “Com base nesse inquérito, tivemos uma nova conversa profunda com a Emily, inclusive com exame médico. Desde o primeiro momento, desde que tudo aconteceu, a Globo agiu firmemente, incansavelmente, a gente envolveu advogados, especialistas, psicólogos. Conversamos muito para tomar uma decisão correta, justa. Na conversa de hoje, ficaram comprovados indícios de agressões físicas. No BBB, agressão gera expulsão, e a decisão foi tomada: o Marcos está eliminado do BBB 17″, explicou Leifert.
            Pouco depois, o apresentador falou que Marcos havia sido comunicado, e que as outras três participantes – além de Emilly, Vivian e Ieda – estão na final do programa, que será realizada na quinta-feira (13).

            Leia mais...

            10 de abril de 2017 - 11:58:53

            Sem comentários

            Compartilhe:

              Acidente automobilístico na Estrada do Araçagy mata pastor evangélico e deixa vários feridos

              Acidente Araçagy 1

              Corolla conduzido por uma mulher capota e atinge veículo do outro lado da pista, onde vinham o pastor e sua família

              Causou comoção o acidente ocorrido à noite de domingo (9) na Avenida dos Holandeses, nas proximidades do acesso ao Centro de Veraneio do Sesc, no Olho D’água. Uma mulher que se dirigia no sentido bairro do Olho D’água, sem que ainda se saiba a causa – mas, com certeza desenvolvia velocidade em excesso -, perdeu o controle do seu automóve Corolla, capotou várias vezes, voou e atingiu o Fiat Pálio que vinha na mesma avenida, mas em sentido oposto, que teve o teto arrancado pela violência da colisão

              O condutor do Fiat, o pastor evangélico identificado como Itamaldo Raimundo Ribeiro, morreu na hora. Ele estava voltando de culto juntamente com a família. A esposa dele foi socorrida e levada em estado grave a um hospital. Duas crianças que vinham no banco traseiro sofreram apenas ferimentos leves e também foram levadas para a UPA do Araçagi, que fica nas proximidades.

              A motorista do Corolla, que causou o acidente, foi identificada como Euzângela Paz Ribeiro, socorrida também em estado grave.

              Leia mais...

              10 de abril de 2017 - 11:08:14

              Sem comentários

              Compartilhe:

                Nos EUA, Dilma diz temer prisão de Lula, enquanto Moro critica caixa 2

                Dilma fala na Brazil Conference. DIVULGAÇÃO

                Ex-presidenta e juiz que comanda a Lava Jato participaram de conferência em Cambridge para discutir os rumos do Brasil

                Foi apontando o dedo para o passado, mas de olho no futuro, que a ex-presidenta Dilma Rousseff falou neste sábado à audiência do segundo e último dia da Brazil Conference, evento organizado em Cambridge (EUA) para discutir os rumos do país. Na palestra feita na Universidade Harvard, Dilma deu sequência à série de intervenções públicas que tem feito para defender que seu processo de impeachment foi um “golpe” e se disse preocupada com que “prendam o Lula, porque ele tem 38% dos votos”, em referência a pesquisas de intenção de voto. “Ele pode até perder as eleições. Não há vergonha alguma em disputar e perder uma eleição para quem tem valores democráticos. O que não pode é impedir que ele concorra”, discursou. Horas depois da fala de Dilma, o juiz Sérgio Moro, aquele que pode ser o responsável por mandar prender o ex-presidente petista, daria a sua própria palestra no evento.

                Dilma Rousseff e Sérgio Moro, o juiz que comanda a Operação Lava Jato, não foram colocados frente a frente, mas, a partir de seus discursos, fica claro por que compartilharam o mesmo dia de uma conferência intitulada “Diálogos que Conectam”. Enquanto a ex-presidenta dirigiu suas baterias contra as reformas do Governo Michel Temer e criticou o “uso político e ideológico” da Lava Jato, o juiz titular da 13ª Vara de Curitiba defendeu a “criminalização mais adequada do crime de caixa dois” e o projeto de 10 Medidas contra a Corrupção, apresentado ao Congresso Nacional pelo Ministério Público Federal.
                Dilma abriu sua participação no evento organizado por estudantes brasileiros de Harvard com uma longa defesa de seu Governo e do PT. Afirmou ter sofrido “dois golpes na vida”: a ditadura militar (1964-1985) e o processo de impeachment. A ex-presidenta utilizou trechos da Constituição norte-americana para embasar sua defesa jurídica, mas, em pouco tempo, a defesa deu lugar ao discurso político-eleitoral com vistas a 2018. Segundo a petista, o Brasil tem um encontro marcado com a democracia em 2018. “Nenhuma das medidas adotadas pelo atual Governo foi aprovada nas urnas”, criticou.

                Quando falou na Lava Jato, a ex-presidenta evitou mencionar diretamente os responsáveis pela investigação, mas disse que “não é admissível juiz falar fora de processo”. “O juiz não pode ser amigo do julgado, não é possível qualquer foco de violação do direito de defesa”, completou. “Não concordo com nenhum uso de law fare [usar a lei com intenções políticas], porque compromete o direito de defesa. Não podemos, em nome das vantagens desse combate, que é reduzir a distorção do gasto público brasileiro destinado à corrupção, comprometer o sistema democrático no Brasil”, discursou a ex-presidenta.

                Leia mais...

                10 de abril de 2017 - 10:45:18

                Sem comentários

                Compartilhe:

                  Delações avançam, e a Operação Lava Jato só chegou à metade do rio

                  Quando o mês de abril mal tinha iniciado, a pergunta nos corredores do Congresso Nacional era de quando o relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, quebraria o sigilo judicial dos processos envolvendo os 77 acordos de delação da empreiteira Odebrecht e viriam à tona os nomes dos mais de cem políticos implicados na trama de corrupção. Uma semana se passou e a apreensão só aumenta em Brasília. Não só por causa do segredo que ainda está imposto sobre os processos, mas também porque o rol de delatores pode aumentar por causa de acordos que estão sendo costurados com o ex-governador Sergio Cabral (PMDB-RJ) e o ex-deputado federal

                  Até esta sexta-feira oito novos delatores haviam sido confirmados. Com isso, chega-se ao estratosférico número de 212 acordos de colaboração (tanto na primeira instância como no STF) em uma única investigação. Ainda assim, a operação atravessou “a metade do rio” e não tem data para acabar, conforme relatou ao jornal argentino Clarín o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos que correm na primeira instância, em Curitiba. Até o momento, 335 pessoas já foram denunciadas por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A maioria dos partidos políticos foram citados nas investigações, entre eles o PT, PSDB, PMDB, PP, PCdoB, PR e PRB. A estimativa é que mais de 20 bilhões de reais tenham sido desviados só da petroleira Petrobras. Sendo que 10,3 bilhões foram recuperados por meio de repatriação de recursos que estavam escondidos no exterior ou com o bloqueio de bens dos envolvidos.

                  Diante disso tudo, o que esses novos delatores podem trazer de novo às investigações? Três deles devem afundar ainda mais o PT na lama da investigação. São eles, os marqueteiros João Santana e Mônica Moura, além de um funcionário deles André Santana. O trio admitiu ter recebido recursos de caixa dois em campanhas eleitorais petistas nos últimos anos.

                  Leia mais...

                  09 de abril de 2017 - 22:01:06

                  Sem comentários

                  Compartilhe:

                    Defesa do Consumidor! Procon lacra postos de combustiveis em Chapadinha e Milagres

                    Procon Duarte Júnior

                    O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor (Procon/MA), nesta terça-feira (4), fiscalizou todos os postos de combustíveis nos municípios de Chapadinha e Milagres do Maranhão. A terceira etapa da Operação Batismo fiscalizou um total de 18 postos na região por força de convênio com a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Polícia Militar.

                    O posto Jerusalém, localizado no Centro de Chapadinha, na Av. Presidente Vargas, teve duas bombas lacradas por irregularidade com relação à qualidade e erro na medição de quantidade da gasolina comum. Já o posto Jerusalém, também em Chapadinha na Rua Augusto Barbosa, Corrente, foi totalmente interditado por falta de licença da ANP, publicidade enganosa, prática abusiva prevista no artigo 37 e 66 do Código de Defesa do Consumidor, ao vender álcool no lugar de gasolina. O posto, ainda, infringiu o direito à vida, saúde e segurança do consumidor, previsto pelo artigo 6° inciso I do CDC, ao comercializar água e refrigerantes vencidos.

                    Em Milagres do Maranhão, o posto Cardoso (localizado no Centro da cidade, na Av. José Fernandes Oliveira) também foi totalmente interditado por falta de licença ambiental e da ANP.

                    Os postos Pinheirão (Rodovia MA230 e bairro Ataliba) e Alvorada3 (Rodovia MA 230) não apresentaram irregularidades com relação à qualidade dos combustíveis e quantidade medida nas bombas. Também os postos Jerusalém (Recanto dos Pássaros), RR (bairros Novo Castelo, Isamara e Areal), Vemasa (Rodovia 222), Santo Antonio (Centro), Posto Sanção (Bairro Areal), Auto Posto BS (Centro), Chapadinha (Centro) e Alvorada 1 (Terras Duras), todos em Chapadinha, não apresentaram inconformidades, tendo os combustíveis dentro dos padrões de qualidade e quantidade da ANP. Igualmente, os combustíveis do posto Milagrense, no centro de Milagres, estavam em conformidade.

                    Leia mais...

                    09 de abril de 2017 - 21:31:51

                    Sem comentários

                    Compartilhe:

                      Ações em Capinzal do Norte encerram segunda edição da ‘Caravana Governo de Todos’

                      Caravana Cidadania capa 2

                      Dona Maria Lúcia Oliveira tem 19 filhos, e, pela primeira vez, ao longo dos seus 58 anos, passou por uma consulta médica e realizou exames para verificar a saúde, durante a ‘Caravana Governo de Todos’. O que parece inacreditável para alguns, é uma realidade constantes para outros. No Maranhão, o desafio é fazer as políticas públicas chegarem a quem por anos ficou negligenciado pelo poder público. E, por isso, para além das ações permanentes, o Governo do Estado realizou mais uma edição da Caravana, que encerrou neste sábado (8), em Canpinzal do Norte, oferecendo um leque de serviços à comunidade.

                      Articulada pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos do Maranhão (Secap), em parceria com outras pastas do Estado, a ‘Caravana Governo de Todos’ passou na sexta-feira por Santo Antônio dos Lopes e Governador Archer e encerrou as atividades neste sábado em Capinzal do Norte. Oferecendo serviços como os do Viva, atendimentos na Carreta da Mulher, demandas da saúde, assistência para produtores, ouvidoria, além de atividades culturais e esportivas.

                      O secretário de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos, Marcio Jerry, destaca que a ‘Caravana’ tem cumprido o papel importante de assegurar serviços, mas principalmente de ouvir diretamente a população. “Estamos na segunda rodada da Caravana. Fizemos a primeira na Baixada e agora, aqui, no médio sertão, com mais uma experiência exitosa. Estamos acompanhado de vários colegas secretários de Estado, com várias ações do Governo presentes, e mais do que as ações, temos aqui mais uma grande oportunidade de diálogo permanente com a população, compromisso renovado, e de parcerias atualizadas com os gestores municipais”, destacou o secretário Marcio Jerry.

                      Entre os serviços ofertados, a Secretaria de Estado da Mulher (Semu) disponibilizou mamografia, preventivo, exames de HIV, sífilis e hepatite, além de orientação sobre a Lei Maria da Penha, com a Carreta da Mulher. Foi por todos esses serviços que passou a dona Lúcia. “Eu nunca fiz exame de nada, uma vez verifiquei minha pressão, mas só isso mesmo. Tive meus 19 filhos em casa. E hoje tive essa oportunidade”, contou dona Lúcia.

                      Leia mais...

                      
                      
                      ©2012 José Machado - Web Design MP Marketing e Promoção