Blog do Machado

contato@blogdomachado.com.br

22 de abril de 2017 - 18:09:24

Sem comentários

Compartilhe:

    Por que é demorada a negociação para a venda da televisão dos Sarney?

    Roseana Fernando e Zequinha

    O grupo mineiro vai comprar todo o sistema ou só pedaços dele? A família Sarney, que ainda depende da política, não pode ficar sem o poder da comunicaçãao?

    O grupo mineiro vai comprar todo o sistema ou só pedaços dele? A família Sarney, que ainda depende da política, pode ficar sem o poder da comuniação, no Estado?

    Por que a negociação da venda das televisões Mirante de São Luís e de Imperatriz foi demorada e, apesar da decisão do grupo Setubal (MG) de desfazer-se delas, ainda está em andamento? Pela dúvida de vendedores e compradores do que seria vendido ou comprado. Vão-se apenas dois anéis, mas ficam vários dedos, já que o sistema é grande e sua divisão entre sócios, de dentro e de fora da família Sarney, é complexa.

    É certo que a venda das duas emissoras de TV de São Luís e Imperatriz desfalca o sistema de comunicação sarneysista, pois lhe subtrai as duas galinhas dos ovos de outro. Mas isso só está sendo possível porque há uma crise financeira, fruto do emagrecimento de entradas de generosas de verbas públicas estaduais e federais, até dois anos atrás, quando Roseana concluiu seu quarto mandato como governadora do Maranhão, e Sarney ainda detinha grande influencia em Brasília.

    Claro que ainda hoje, por ser afiliada da Rede Globo e da maior audiência da televisão dos Marinho, a Mirante ainda abocanha verbas dos poderes públicos locais, através de campanhas publicitárias. Mas nada comparado aos tempos das vacas gordas…

    Se não fosse isso, nada de venda. Até porque o sistema foi sempre usado com maestria como muleta da ação política partidária do grupo Sarney, e também servia de moeda de troca para convencer a maioria dos políticos, de norte a Sul do Estado, a aderir ao grupo dominante. .

    Costumava-se dizer desse modus operandi que a ex-governadora Roseana Sarney pagava de um lado do balcão (como chefa do Executivo) e recebia do outro lado, como sócia de grande parte do sistema de comunicação. Tempos de bonança, em que todas as emissoras e seus departamentos do Sistema Mirante de Comunicação funcionavam com gordura e não economizavam nas despesas quotidianas nem na aquisição de novas tecnologias…

    Hoje é tão notória a penúria no “sistema” que há muito tempo a Televisão Mirante não moderniza e nem remodela seu principal estúdio – o de apresentação dos tele-jornais – que, antes, rivalizavam com o que a poderosa Rede Globo tinha de melhor.

    Ainda a demissão de dezenas de funcionários corroboram essa realidade…

    Leia mais...

    22 de abril de 2017 - 23:18:03

    Sem comentários

    Compartilhe:

      Léo Pinheiro entrega provas de que OAS beneficiou Lula em tríplex

      Triplex 1

      A defesa de Léo Pinheiro, sócio da OAS, entregou à Justiça Federal do Paraná documentos para tentar comprovar as afirmações de que o ex-presidente Lula foi beneficiado pela reforma de um tríplex em Guarujá (SP). A informação foi divulgada pelo jornal “O Globo”.

      Em depoimento na semana passada ao juiz Sergio Moro, o empreiteiro disse que o apartamento era de Lula.

      Entre os documentos entregues estão o registro de que dois carros em nome do Instituto Lula passaram pelo sistema automático de cobrança dos pedágios a caminho do Guarujá entre 2011 e 2013. Não há, no entanto, documento que comprove que as viagens tiveram como destino o apartamento.

      Há também registros de ligações telefônicas entre Pinheiro e pessoas ligadas a Lula, como Clara Ant, Paulo Okamotto, José de Filippi Jr. e Valdir Moraes da Silva (segurança), a partir de 2012. As listas trazem data e duração da conversa, mas não seu conteúdo.

      Foram anexados ainda e-mails que mostram a agenda de Lula, na qual aparece a previsão de encontros com Pinheiro, e mensagens da secretária do instituto para Okamotto, que preside a entidade, avisando que o empresário havia ligado para falar com ele.

      A Folha de S.Paulo apurou que a defesa de Pinheiro entregará documentos sobre comunicações entre pessoas próximas a Lula e funcionários da OAS que foram envolvidos na reforma do empreendimento.

      No ano passado, Pinheiro e o ex-presidente se tornaram réus. O Ministério Público afirma que Lula recebeu R$ 3,7 milhões em propinas pagas pela OAS oriundas de contratos da Petrobras.

      No depoimento a Moro, Pinheiro disse que usou dinheiro que seria desembolsado como propina para custear a reforma e que Lula sabia.

      Pinheiro negocia um acordo de delação premiada com a Lava Jato. Outra acusação que ele fez foi a de que Lula pediu a ele que destruísse provas em 2014.

      OUTRO LADO

      O advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, afirmou que os documentos não comprovam as afirmações feitas pelo empresário, que classificou como uma “versão negociada para agradar” aos procuradores e destravar seu acordo de delação.

      Leia mais...

      22 de abril de 2017 - 21:06:29

      Sem comentários

      Compartilhe:

        Jorge Aragão se sentiu mal em Belém, foi internado e desmarcou show que faria em S.Luís

        Jorge Aragão passou por uma angioplastia e adiou show em São Luís

        O cantor Jorge Aragão, que faria um show em São Luís do Maranhão hoje (22), segue internado em um hospital particular de Belém do Pará e seu estado de saúde é estável, de acordo com informações repassadas pela produção do artista no final da tarde deste sábado.

        Jorge Aragão sentiu dores no peito após se apresentar em Belém do Pará, na sexta-feira (21). Ele foi internado e submetido a uma angioplastia durante a madrugada, mas deixou a Unidade de Terapia Intensiva na manhã e se recupera bem em um dos quartos do hospital.

        “Ele já está se recuperando do susto. A previsão é que ele tenha alta entre amanhã (domingo, 23) e segunda, no máximo.

        Leia mais...

        22 de abril de 2017 - 12:41:05

        Sem comentários

        Compartilhe:

          Alerta! É baixa a procura pela vacinação contra a gripe nos postos de saúde de São Luís

          Prefeitura alerta público-alvo da campanha de vacinação sobre a necessidade da imunização

          A campanha de vacinação contra a gripe iniciada pela Prefeitura de São Luís na última segunda-feira (17), tem registrado baixa procura por parte do público-alvo. Dados parciais da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) indicam que na primeira semana a procura pela imunização nos postos da capital foi aquém da esperada.

          A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, diz que a tendência é a demanda crescer gradativamente, mas recomenda que a população procure logo os postos para evitar filas no final da campanha. “A vacina está disponível em 62 unidades da rede municipal, além disso, teremos uma programação especial no dia 13 de maio que será o dia D, mas quanto mais cedo a pessoa se vacinar, mais rápido ela fica protegida contra a gripe”, explica a titular da Semus.
          “A vacina está disponível em 62 unidades da rede municipal, além disso, teremos uma programação especial no dia 13 de maio que será o dia D, mas quanto mais cedo a pessoa se vacinar, mais rápido ela fica protegida contra a gripe”, explica a titular da Semus.

          Leia mais...

          22 de abril de 2017 - 12:22:05

          Sem comentários

          Compartilhe:

            Como a máfia, “as farmacêuticas bloqueiam medicamentos que curam, porque não são rentáveis”

            Richard robert

            O Prémio Nobel da Medicina Richard J. Roberts denuncia a forma como funcionam as grandes farmacêuticas dentro do sistema capitalista, preferindo os benefícios económicos à saúde, e detendo o progresso científico na cura de doenças, porque a cura não é tão rentável quanto a cronicidade.

            Há poucos dias, foi revelado que as grandes empresas farmacêuticas dos EUA gastam centenas de milhões de dólares por ano em pagamentos a médicos que promovam os seus medicamentos, como para o diabetes, por exemplo. Para complementar, reproduzimos esta entrevista com o Prémio Nobel Richard J. Roberts, que diz que os medicamentos que curam não são rentáveis e, portanto, não são desenvolvidos por empresas farmacêuticas que, em troca, desenvolvem medicamentos cronificadores que sejam consumidos de forma serializada. Isto, diz Roberts, faz também com que alguns medicamentos que poderiam curar uma doença não sejam investigados. E pergunta-se até que ponto é válido e ético que a indústria da saúde se reja pelos mesmos valores e princípios que o mercado capitalista, que chega a assemelhar-se ao da máfia.

            A investigação pode ser planeada?

            Se eu fosse Ministro da Saúde ou o responsável pelas Ciência e Tecnologia, iria procurar pessoas entusiastas com projectos interessantes; dar-lhes-ia dinheiro para que não tivessem de fazer outra coisa que não fosse investigar e deixá-los-ia trabalhar dez anos para que nos pudessem surpreender.

            Parece uma boa política.

            Acredita-se que, para ir muito longe, temos de apoiar a pesquisa básica, mas se quisermos resultados mais imediatos e lucrativos, devemos apostar na aplicada …

            E não é assim?

            Muitas vezes as descobertas mais rentáveis foram feitas a partir de perguntas muito básicas. Assim nasceu a gigantesca e bilionária indústria de biotecnologia dos EUA, para a qual eu trabalho.

            Como nasceu?

            A biotecnologia surgiu quando pessoas apaixonadas começaram a perguntar-se se poderiam clonar genes e começaram a estudá-los e a tentar purificá-los.

            Uma aventura.

            Sim, mas ninguém esperava ficar rico com essas questões. Foi difícil conseguir financiamento para investigar as respostas, até que Nixon lançou a guerra contra o cancro em 1971.

            Foi cientificamente produtivo?

            Permitiu, com uma enorme quantidade de fundos públicos, muita investigação, como a minha, que não trabalha directamente contra o cancro, mas que foi útil para compreender os mecanismos que permitem a vida.

            O que descobriu?

            Eu e o Phillip Allen Sharp fomos recompensados pela descoberta de introns no DNA eucariótico e o mecanismo de gen splicing (manipulação genética).

            Para que serviu?

            Essa descoberta ajudou a entender como funciona o DNA e, no entanto, tem apenas uma relação indireta com o cancro.

            Leia mais...

            22 de abril de 2017 - 11:40:29

            Sem comentários

            Compartilhe:

              A cura para diabetes foi encontrada? Infelizmente, não é verdade o que circula na internet!

              Diabetes símbolo

              Textos compartilhados na web falam que já há vacina e que há terapias que curam a doença. Presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes condena notícias falsas.

              G1
              Um texto que circula pelas redes sociais diz que uma vacina contra diabetes já foi anunciada oficialmente. Um outro também bastante compartilhado na web lista uma terapia capaz de curar a doença. Não é verdade.

              O texto sobre a vacina diz que “o mundo inteiro está comemorando a notícia”. Já o outro recomenda um método “comprovado cientificamente” que promete com alguns passos reverter a doença.

              Diabetes não tem cura, ainda não existe uma vacina no mercado para evitá-la e não há tratamento milagroso para a doença, segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, Luiz Turatti. Ele alerta para uma “tempestade de notícias falsas” divulgando terapias para a doença.
              Segundo Turatti, as falsas notícias aproveitam a fragilidade de quem tem a doença para vender planos de alimentação. “Isso é um problema grave, um problema de polícia. Essas notícias existem há algum tempo, mas se intensificaram.”

              Leia mais...

              22 de abril de 2017 - 00:15:51

              Sem comentários

              Compartilhe:

                Vazamentos na Lava Jato: deputados sarneysistas mostram que não leem o jornal da família

                Vazamento a la Sarney

                Os deputados sarneysistas na Assembléia Legislativa estão ‘chovendo no molhado’ ao insistirem em interferência do governador Flávio Dino para conseguir de “forma antecipada” cópias de delações nas quais ele é citado como suposto beneficiário pela empresa Odebrecht.

                Fingem esses parlamentares não saber que cópias de reportagens publicadas pelo Jornal O Estado do Maranhão e no site Imirante mostram que o sistema Mirante de comunicação sabia há pelo menos sete meses da delação contra o governador Flávio Dino (PCdoB). Ao contrário do factoide criado sobre uma suposta interferência do governador, o jornal da família já havia vazado o conteúdo do depoimento do ex-executivo da Odebrecht, José de Carvalho Filho.

                No dia 7 de agosto de 2016, a página 3, de “O Estado”, informou que o governador Flávio Dino havia sido citado por executivos da Odebrecht como beneficiário de pagamento no valor de R$ 200 mil em propina. O conteúdo do delator José Carvalho Silva, só foi divulgado na semana passada e coincidiu com o mesmo valor publicado pelo EMA e pelo Jornal O Globo, um dia antes.

                Dino conseguiu no dia 17 de março de 2017 documento emitido pela Câmara dos Deputados que comprovaria sua inocência, ao mostrar que não era relator de um projeto de Lei a qual supostamente teria recebido propina da Odebrecht. Foi essa prova que mexeu com os nervos da oposição.

                O Supremo Tribunal Federal criou uma comissão para investigar o vazamento do conteúdo das delações antes mesmo de ser liberado à imprensa. Diante das informações privilegiadas comprovadamente recebidas pelo jornal da família Sarney, é preciso saber como as parceiras Mirante e Globo sabiam do caso.

                A conclusão óbvia é que os deputados estaduais sarneysistas não leem o jornal da família…

                Leia mais...

                21 de abril de 2017 - 21:49:43

                Sem comentários

                Compartilhe:

                  Roberto Rocha comemora aprovação de proposta que estende direitos a crianças adotadas

                  Adoção 2

                  A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou nesta quarta-feira (19), na forma complementar, o Projeto de Lei 796/2015, de autoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), que estende a estabilidade provisória de até cinco meses no emprego as trabalhadoras adotantes ou que venham a obter a guarda judicial para fins de adoção.

                  Para o senador maranhense, a proposta avança no reconhecimento da igualdade de tratamento entre filhos biológicos e adotivos. “A dedicação e a atenção à criança são imprescindíveis. Nada mais justo, então, do que garantir que a relação entre a mãe adotiva e a criança não seja perturbada pelo risco do desemprego”, afirmou Roberto Rocha.

                  Atualmente, cerca de 40 mil crianças e adolescentes vivem em abrigos espalhados pelo Brasil aguardando adoção. As legislações trabalhista e previdenciária já concedem, justamente, licença-maternidade e salário-maternidade as trabalhadoras que adotarem ou obtiverem guarda judicial para fins de adoção, no entanto ainda não protegia a mulher do risco de perder o emprego em casos de adoção. “O nosso projeto é uma evolução na proteção à criança. Ele também assegura na construção de um novo relacionamento, através de uma convivência emocional e estável, em que uma criança abandonada não pode ser menosprezada. Precisamos fazer a nossa parte”, disse o senador.

                  A relatora do projeto, senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), afirmou em seu parecer que filhos adotivos costumam requerer maiores cuidados em razão do histórico por que passaram até alcançarem a adoção.

                  Leia mais...

                  21 de abril de 2017 - 21:06:35

                  Sem comentários

                  Compartilhe:

                    Governo inicia entrega de uniformes para alunos da rede pública de ensino

                    Ao todo, o Governo distribuirá 708.150 unidades de uniformes destinados a todos os alunos de escolas estaduais, em todas as modalidades e níveis de ensino. Foto: Nael Reis/Secap

                    O Governo do Estado deu início à distribuição de fardamento escolar para alunos da rede estadual de ensino nesta quinta-feira (20). O primeiro lote de uniformes foi entregue pessoalmente pelo governador Flávio Dino para 4.966 jovens maranhenses dos municípios de Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú e Arame. Ao todo, o Governo distribuirá 708.150 unidades de uniformes destinados a todos os alunos de escolas estaduais, em todas as modalidades e níveis de ensino.

                    Pela primeira vez na história do Maranhão, o Governo está entregando fardamento escolar para estudantes da Rede Pública Estadual de Ensino. A iniciativa faz parte da política de valorização da educação de qualidade e digna para os estudantes, e ainda fomenta a economia do estado, já que os cerca de R$ 6 milhões investidos para a aquisição dos uniformes contemplam empresas maranhenses.

                    Em Jenipapo dos Vieiras, o governador Flávio Dino distribuiu 552 fardas para os alunos durante solenidade de entrega de várias obras, entre elas a do Centro de Ensino Prof. Galeno Edgar Brandes – Anexo III. Em Itaipava do Grajaú foram 663 uniformes para os estudantes da rede estadual. E em Arame, o Governo do Estado entregou outros 1268 fardamentos, totalizando, somente nesta quinta-feira, a marca de 4966 fardas nos três municípios.

                    O governador Flávio Dino destacou que a entrega de uniformes escolares para os alunos da rede pública estadual faz parte do processo contínuo de mudanças na educação maranhense, que se soma a outras inciativas como a reestruturação dos espaços físicos, valorização dos professores, entre outras ações.

                    Leia mais...

                    21 de abril de 2017 - 20:53:49

                    Sem comentários

                    Compartilhe:

                      Olha aí!… Estudo explica como homens feios conquistam beldades

                      homem no espelho

                      Um estudo conduzido por pesquisadores americanos ofereceu uma explicação para o fato de muitos homens feios conseguirem conquistar mulheres muito mais bonitas do que eles: falta de autocrítica, ou quase isso.

                      Segundo o estudo, homens considerados pouco aquinhoados com atributos de beleza física parecem crer que são mais atraentes do que o são na realidade, aumentando a sua autoconfiança e levando-os à ação.

                      Para os pesquisadores, que publicaram seu artigo na revista científica Psychological Science, mais que uma simples autoilusão, essa percepção distorcida é um mecanismo evolutivo importante na preservação da espécie.

                      No processo de conquista, diz uma das autoras do estudo, Carin Perilloux, do Departamento de Psicologia do Williams College, em Massachussetts, “há dois erros que um homem pode cometer”.

                      “Ou ele pensa ‘Uau, essa mulher realmente está interessada em mim’ – e ela não está, o que pode ter um custo, como um constrangimento ou um baque na sua reputação. Ou ela está interessada e ele perde a chance”, diz.

                      “Ele perde uma oportunidade de acasalamento – o que é um custo imenso em termos de sucesso reprodutivo.”

                      Percepções distorcidas

                      Os experimentos foram feitos com 96 rapazes e 103 moças universitárias, que foram submetidos ao que no mercado dos relacionamentos se conhece como speed dating, revezando-se a cada três minutos de conversa com cinco possíveis parceiros.

                      Antes dos encontros relâmpagos, os participantes avaliaram a si mesmos e aos seus paqueras em uma escala de beleza, e revelaram seu grau de interesse em um encontro sexual imediato.

                      Depois do encontro, eles avaliaram seus parceiros em diversos outros critérios, incluindo aparência e possibilidade de topar um encontro sexual.

                      Os resultados revelaram que os homens que estavam buscando um relacionamento sexual de curto prazo são mais inclinados a superestimar o interesse das mulheres neles.

                      Os homens que acreditavam ser mais bonitos do que são também perceberam um maior interesse das mulheres por eles – o que não era necessariamente verdade.

                      Já os homens de fato considerados bonitos pelas mulheres não pareceram ter essa visão distorcida.

                      Leia mais...

                      Página 1 de 28312345678910203040Última »
                      
                      
                      ©2012 José Machado - Web Design MP Marketing e Promoção